Segue-nos
PUBLICIDADE

Notícias

Vício de roer as unhas termina com amputação de dedo a jovem de 20 anos

PUBLICIDADE

Publicado

em

Uma estudante universitária teve que amputar o dedo polegar depois de desenvolver uma forma rara de cancro de pele, alegadamente provocado pelo vício de roer as unhas.

PUBLICIDADE

Courtney Whithorn, de 20 anos de idade, desenvolveu o hábito nervoso depois de ter sofrido bullying na escola, chegando mesmo a roer por completo a unha do polegar da mão direita em 2014.

Apesar de ficar em pânico quando viu o seu polegar a começar a ficar negro, a adolescente, envergonhada, manteve-o escondido dos amigos e familiares durante quatro anos.

Depois de consultar um médico, a estudante de psicologia descobriu que tinha causado um trauma no leito ungueal, que se transformou depois num cancro raro, conhecido como melanoma subungueal, e foi diagnosticado em julho passado.

Apesar de passar por várias cirurgias para remover o tumor, e tentar salvar o dedo, Courtney Whithorn, que mora em Brisbane, foi forçada a amputar o dedo na semana passada.

PUBLICIDADE

E

Embora o médico tenha alegado que o cancro foi causado pelo seu hábito de roer as unhas, outros médicos discordam.

O Dr. Nis Sheth, dermatologista consultor e porta-voz da British Skin Foundation disse ao Daily Mail que “embora o trauma físico tenha sido associado à aparência de alguns tipos de cancro de pele, é altamente improvável que apenas roer as unhas tenha levado a este cancro.”

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING