Segue-nos

Famosos

A versão de Chris Brown sobre a noite da agressão a Rihanna: “Na nossa relação havia agressões de ambas as partes…”

“…bati-lhe de mão fechada, esmurrei-a. Quando olhei para ela vi o lábio em sangue… ela começou a cuspir-me com sangue… deixou-me ainda mais irritado…”

Publicado

em

Foi um dos acontecimentos mais marcantes de violência doméstica no meio artístico da musica nos EUA.

Em 2009, a caminho daquela que seria mais uma noite glamorosa da entrega dos prémios Grammy e onde ambos iriam actuar, Rihanna e Chris Brown, mudaram o rumos das suas vidas. No entanto, apesar de se terem separado, ficaram ligados para sempre.

Na mesma noite em que tudo aconteceu, rapidamente as noticias começaram a circular sobre as agressões de Chris Brown a Rihanna num parque de estacionamento. Mais tarde, as fotos da cantora visivelmente magoada começaram surgir na internet.

A história nunca foi detalhadamente contada, apenas se sabe que os dois discutiam no carro quando aconteceram as agressões. Agora, 8 anos depois, Chris Brown resolveu contar a sua versão da história, revelando o que até aqui ninguém sabia. Diz que se sentiu “um monstro” depois de tudo o que aconteceu.

No documentário sobre a sua vida, “Chris Brown: Welcome To My Life” o musico, fala abertamente sobre a relação que tinha com Rihanna antes do incidente, de como se conheceram e o que aconteceu na fatídica noite que mudou completamente a sua vida e acabou com a sua carreira musical, ou pelo menos com os sonhos que tinha para a sua carreira.

Chris conta que, quando começaram a namorar, mentiu a Rihanna sobre um caso que teve com uma rapariga que trabalhava para ele e que quando estava realmente apaixonado e certo de que a cantora era a pessoa com quem queria casar decidiu ser 100% honesto com ela contando-lhe a verdade sobre a relação dos dois, “Quando estávamos no inicio da nossa relação ela (Rihanna) questionou-me sobre uma pessoa que trabalhava comigo, se eu já tinha tido alguma coisa com ela…e eu menti… Passados 8/9 meses da nossa relação eu quis ser honesto com ela porque ela era a mulher que eu amava e com quem queria casar, e disse-lhe, ‘tenho que ser honesto contigo sobre isto… eu realmente tive uma relação com esta pessoa’ “

Rihanna, segundo Chris,  terá ficado furiosa e terá perdido toda a confiança no cantor e foi a partir daí que relação dos dois caiu a fundo e começaram a haver discussões constantes, onde se agrediam mutuamente, ” Nesse momento perdi toda a sua confiança, ela não acreditou mais em mim, tentei tudo mas ela odiou-me… a partir daí, foi  sempre a cair, havia discussões, agressões verbais, agressões físicas, de ambos os lados…”.

 Durante o documentário Chris relembra que é a primeira vez que fala sobre o assunto, que amava Rihanna, mas que naquela altura, não era saudável  o que tinham, “Ela batia-me eu batia-lhe, aquilo não estava correcto. Houve uma altura que falamos sobre o assunto ‘o que é que estamos a fazer’ eu tenho que disfarçar arranhões, tu tens que disfarçar marcas’ “

Na história contada por Chris Brwon sobre a noite das agressões,  a briga terá começado por ciúmes de Rihanna que, quando iam no carro pediu para ver o seu telefone e ficou furiosa com uma mensagem que Chris tinha recebido enviada pela rapariga sobre quem ele tinha mentido, “Naquela noite estávamos no carro e ela pediu para ver o meu telefone, viu a mensagem que essa mulher me enviou….  começou a chamar-me nomes e a bater-me dentro do carro,’mentiroso odeio-te’ e eu pedi para ela parar, mas ela continuava a bater-me… ela tentou dar-me um pontapé e eu bati-lhe de mão fechada, esmurrei-a. Quando olhei para ela vi o lábio em sangue… pensei para mim, M**da.. ela depois começou a cuspir-me em sangue… deixou-me ainda mais irritado e começamos a brigar de verdade, enquanto eu conduzia… ela tentou agarrar-me o pulso foi quando lhe mordi o braço.”

Brown relata ainda que a dada altura parou o carro porque queria parar com tudo aquilo que estava a acontecer, queria conversar, explicar a mensagem que recebeu e que não teve culpa, “Parei o carro porque não queria brigar, não a queria magoar, era a minha namorada, queria explicar que não tinha a culpa, que estava a dizer a verdade.. eu chorava, ela chorava … então ela decide tirar as chaves do carro e manda-las pela janela.. eu sai do carro para procurar as chaves e ela começou a gritar ‘ajudem, ajudem-me, ele quer matar-me’…. a dada altura disse-lhe toma, tens aí as chaves do carro faz o que quiseres”

No video partilhado pelos fãs do rapper no facebook, é possível ver toda a conversa sobre a noite e de como tudo aconteceu. Chris fala também no que sentiu logo após tudo o que aconteceu, e de como isso mudou a sua vida.

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

TRENDING