Segue-nos
PUBLICIDADE

Televisão

TVI: “Festa é Festa” estreia na próxima segunda-feira. Veja o resumo do primeiro episódio

PUBLICIDADE

A novela da TVI, ideia original de Cristina Ferreira, estreia já na próxima segunda-feira… Veja o resumo…

Publicado

em

Por

Divulgação | TVI

“Festa é Festa” é a nova aposta da TVI para os serões dos portugueses. A novela, ideia original de Cristina Ferreira, estreia já na próxima segunda-feira, 26 de abril, e a estação disponibilizou à imprensa o resumo do primeiro episódio.

PUBLICIDADE

RESUMO:

Florinda (Ana Brito e Cunha) está na cozinha a preparar o pequeno-almoço, muito calmamente, enquanto cantarola. Entretanto, vê as horas e apressa-se. Florinda vai até à sala, escolhe um disco de Carmen Miranda e põe-no a tocar. A música entra pelo quarto adentro e vê-se o rosto de uma pessoa que está deitada.

Com alguma dificuldade, Corcovada (Maria do Céu Guerra) começa a tentar endireitar-se na cama, misturando gemidos de alguma dor, com a cantilena da música. Florinda enche um cálice com cachaça, coloca-o numa bandeja e vai até ao quarto. Corcovada começa a reclamar com Florinda, por ter aberto as cortinas do quarto.

Florinda dá-lhe o cálice de cachaça. A patroa bebe-o num gole e começa a levantar-se da cama, como que invadida por uma genica-extra e por boa disposição. Corcovada lembra Florinda que a bisneta a vem visitar e as duas comentam que isso nunca tinha acontecido. Corcovada dança e desafia Florinda a juntar-se a ela.

PUBLICIDADE

Albino (Pedro Alves) caminha, apressado, pela praça da aldeia, de cabeça baixa e olhando pelo canto do olho, tentando escapar às solicitações de que é alvo, sem sucesso. Aparece o homem, num trator, que refila com Albino por causa do estado da estrada. Depois, aparece Quim que se queixa da internet na aldeia. A seguir, surgem duas crianças com uma bola, que reclamam do estado do campo de futebol. A fechar, Serafim aparece a fazer mais queixas. Albino revira os olhos e bufa, quando o Padre Isidro (Carlos Cunha) chama por ele deixando-o, ainda mais, desesperado.

Ana Carolina (Beatriz Barosa) faz a mala de viagem, chorosa e irritada, enquanto ouve música. Olha para uma fotografia do ex-namorado e fica decidida a começar um novo capítulo.

O Padre queixa-se, a Albino, a respeito das covas que este fez no cemitério. Albino justifica-se, dizendo que não tem mais espaço. O Padre relembra-o de que isso se pode resolver, já que o terreno ao lado é dele (de Albino). Albino quer ganhar dinheiro com o terreno e, por isso, sobrevaloriza-o.

PUBLICIDADE

Fernando (Manuel Marques) aldraba a potência do seu carro, enquanto espera pela família para seguirem viagem para Portugal. Pela janela, Louis (Valdemar Brito) avisa os pais de que a irmã não quer ir. São (Sílvia Rizzo) culpa Fernando por não ter feito uma piscina na casa que construíram na aldeia.

Na praça da aldeia, Tomé (Pedro Teixeira) pede satisfações a Albino por andarem a dizer que ele é o Presidente da Comissão de Festas. Albino refere que é mesmo ele, pois Tomé foi o presidente no ano passado. Tomé relembra-o de que não houve festa devido à Covid-19. Albino mostra-se indiferente a esse facto.

João Maria (Ricardo Trêpa) tenta convencer Ana Carolina de que vai ser bom passar um tempo na aldeia onde ele cresceu, para esquecer o ex-namorado e criar uma ligação com a bisavó. João Maria confessa a Joana que a ida da filha os pode salvar das dívidas.

Albino entra no seu gabinete, desorientado com tantas queixas que recebeu. Elizabete disponibiliza-se para lhe fazer uma massagem. Albino fica constrangido, diz que é casado mas Elizabete continua a provocá-lo.

Tomé desabafa com António (Luís Simões) sobre Albino querer ser o presidente da comissão de festas e decide fazer um abaixo-assinado. Paulo chega para entregar cartas mas, mais uma vez, troca-se e entrega a correspondência errada, o que faz com que toda a gente na aldeia saiba a vida uns dos outros.

PUBLICIDADE

Aida (Ana Guiomar) está a ser atendida pelo Sôtor (José Carlos Pereira) e queixa-se de uma dor no peito. Ele acha que pode ser ansiedade e tenta perceber o motivo. Aida insinua-se a Sôtor, deixando-o desconfortável. Sôtor espreita do gabinete para chamar o próximo paciente, mas são só mulheres e todas querem ser a próxima a entrar.

Elizabete leva uma roupa toda janota para Albino usar como coveiro e diz-lhe que meteu a conta da roupa nas contas da Junta.

Enquanto está a caminho da aldeia, Ana Carolina fala com Filipa (Francisca Cerqueira Gomes), que tenta justificar-se. Ana Carolina está furiosa por ter sido traída pela melhor amiga e recusa-se a ouvi-la, bem como ao ex-namorado.

Florinda liga a Carlos (Rodrigo Paganelli) para que leve leite para fazer um doce para a bisneta de Corcovada. Corcovada pede a Florinda para lhe preparar o vestido verde e amarelo para alegrar a casa. Para além disso, pede que lhe prepare uma caipirinha.

PUBLICIDADE

São liga para Florinda, a avisar que estão a caminho de Portugal e diz que vão mais cedo para compensar as férias que não tiveram no ano passado. Fernando reclama com a quantidade de malas de Vuitton (Beatriz Costa) e sente-se humilhado por ser São a conduzir.

Todos comentam que Tomé está furioso por não chegar a um consenso sobre quem é o presidente da comissão de festas e que, até, criou um abaixo-assinado. Manuela (Inês Herédia) quer inovar e sugere organizarem um festival de verão. Tomé promete ajudar, em troca de assinaturas.

Albino está surpreendido com a visita de uma bisneta de Corcovada, porque nem sabiam da existência dela e teme que venha atrás do dinheiro. Florinda afirma que vêm todos ao mesmo porque Albino, bem como toda a aldeia, tem interesse na fortuna dela. Florinda avisa que os primos de França estão a caminho. Albino fica desconfiado por irem tão cedo.

São proíbe os filhos de revelarem que a empresa de Fernando faliu e que, agora, é empregado.

Tomé mostra a Albino o abaixo-assinado para votar na presidência da comissão de festas. Ele diz que aquilo é ilegal por não ter o carimbo da Junta.

Ana Carolina está pasmada e a aldeia parece-lhe o fim do mundo. Sem rede no telemóvel, não consegue encontrar o caminho para casa da bisavó e decide perguntar ao Padre, que lhe indica o caminho.

Ana Carolina está a tirar as malas do carro, quando é abalroada pela bicicleta de Carlos, cheia de vasilhames de leite. Corcovada aparece com uma caipirinha na mão, sorridente por ver a bisneta. Ana carolina e Carlos ficam a olhar um para o outro, num misto de nervos, vergonha e empatia imediata.

COMENTÁRIOS

TRENDING

PUBLICIDADE