Segue-nos

Lifestyle

Superou a anorexia e adotou o veganismo, numa história de vida incrível

Publicado

em

Aos 17 anos, a australiana Elle Lietzow esteve à beira da morte por causa de um problema que afeta milhares de pessoas pelo mundo, principalmente os mais jovens: a anorexia.

Elle sofreu bullying na escola por não ter o padrão de beleza que a sociedade impõe, e que não se cansava de procurar. De acordo com a jovem, ela era empurrada e pontapeada diariamente, sendo humilhada em relação ao seu peso.

Elle entrou para a equipa de natação, para treinar durante cerca de seis horas diárias, onde conseguiu perder bastante peso. Descobriu que esse era o caminho para ter amigos (ou aceitação, pelo menos) e fixou-se no desejo de ser uma pessoa magra.

No entanto, como em todas as obsessões, essa busca levou-a a um caminho muito pior: Elle ficou 7 dias sem ingerir nenhum tipo de alimento – nem mesmo água.

“Era diferente, toda a gente passou a cumprimentar-me e conversar comigo como se eu fosse do grupo”, conta Elle sobre o período em que emagreceu.

ElleLietzow3

Ao tentar beber água novamente, o corpo da jovem entrou em colapso e teve convulsões. Elle foi levada  ao hospital e os médicos disseram que em questão de horas ela morreria se não estivesse ali naquele momento, pois tinha atingido o peso de 35 kg.

Depois do internamento, e acompanhamento médico, percebeu que deveria mudar os seus hábitos alimentares e viver uma vida plena e de aceitação do próprio corpo. Hoje com 19 anos (o ponto mais alto da anorexia foi aos 17), ela é vegan, e está disposta a ingerir todo o tipo de alimentos, excepto de origem animal, claro.

Para ajudar outras pessoas com distúrbios alimentares,  Elle vai partilhando seu quotidiano, mostrando como é possível mudar no seu Instagram, que conta com mais de 110 mil seguidores.

Ficam algumas fotos do antes, e do depois:


Fonte: Hypeness

.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING