Segue-nos
PUBLICIDADE

Notícias

Simba, o cão abatido a tiro provoca onda de revolta.

PUBLICIDADE

Publicado

em

Por

A história é simples: Andreia (dona do Simba) tratava dos produtos hortícolas que cultiva quando “ouviu dois disparos, seguidos de um ganido agudo”, contou José ao Jornal de Notícias. “Viu o Simba a correr em direção a ela, a cambalear. Deitou-se no colo dela, tinha o corpo cheio de chumbos e morreu ali”, explica o empresário, que acredita que o animal tenha ido à propriedade do vizinho atraído pelos cães do mesmo, que tinham estado, momentos antes, na quinta de José e Andreia.

PUBLICIDADE

Quando José Diogo chegou à propriedade, com a GNR, correu a casa do vizinho. “Disse-me logo que só tinha disparado para o ar, que não o tinha matado, e acrescentou que já tinha avisado o meu cão”, explica o empresário. A arma dos disparos, uma Flober que estava na posse do vizinho, caçador profissional, foi apreendida pelas autoridades e a queixa já seguiu para o Ministério Público.

“Quando o fui enterrar, decidi que o Simba ia ser um símbolo nacional contra os maus-tratos a animais”, adianta o dono do animal.

Na web a onda de revolta pela história do Simba está a crescer. Há uma petição pública que podes assinar, e um evento no Facebook  para ajudar os donos do Simba a proteger os seus animais.

Partilhar, e denunciar outras histórias como esta é obrigatório.

PUBLICIDADE

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING