Segue-nos
PUBLICIDADE

País

Queixa contra taxista que comparou a Lei com «meninas virgens» foi arquivada

PUBLICIDADE

Publicado

em

Durante as manifestações dos taxistas portugueses, em Outubro, que reclamavam para que a Uber e a Cabify cumprissem com as regras a que estes são sujeitos, foram vários os taxistas a serem entrevistados.

PUBLICIDADE

Jorge Máximo, um dos taxistas presentes afirmou que “as leis são como as meninas virgens… são para ser violadas”.

As declarações causaram indignação, e motivaram uma queixa que foi, agora, arquivada. O Ministério Público tinha aberto um inquérito na sequência da queixa da Comissão para a Igualdade do Género.

Segundo a CIG a afirmação proferida por aquele taxista configurava a prática de crimes.

PUBLICIDADE

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING