Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Princesa Diana faria hoje 58 anos. Recorde a “princesa do povo”

PUBLICIDADE

Quase 22 anos após a sua morte, Lady Di princesa continua a ser uma celebridade…

Publicado

em

Royal Kensington | Instagram

Se fosse viva, Diana completaria hoje 58 anos de vida.

PUBLICIDADE

A eterna ‘princesa do povo’ continua bem viva na memória do Mundo e o seu legado permanece muito presente na vida de muita gente pelo mundo fora.

Hoje seria, certamente, um dia de festa em Inglaterra. Os filhos, os netos e as nora cantar-lhe-iam os parabéns e os ingleses fariam, seguramente, muitas homenagens.

Assim, com a sua ausência, será um dia triste e, sobretudo, de tributo, de recordações.

E em dia de aniversário recorda-se igualmente a sua morte – há quase 22 anos – e o vazio por si deixado.

PUBLICIDADE

Neste tempo, muita coisa aconteceu. Os dois filhos casaram, nasceram os seus 4 netos e o mundo mudou.

A ex-companheira do Príncipe de Gales, Carlos, morreu no dia 31 de agosto de 1997.

Se ainda fosse viva, Diana teria assistido ao crescimento dos dois filhos e aos seus casamentos. William e Kate Middleton casaram em abril de 2011, e Harry e Meghan Markle em maio de 2018. A princesa de Gales tem quatro netos: George, Charlotte e Louis são filhos dos Duques de Cambridge, e Archie é filho dos Duques de Sussex e nasceu em maio, deste ano.

PUBLICIDADE

Diana Frances Spencer, apelidada de Lady Di, nasceu no seio de uma família da aristocracia britânica. os seus dois filhos, os príncipes William, Duque de Cambridge, e Harry, Duque de Sussex, são respectivamente o segundo e o sexto na Linha de sucessão ao trono britânico.

Após o seu casamento com o príncipe de Gales, Diana tornou-se uma das mulheres mais famosas do mundo, celebridade perseguida por paparazzi, um ícone da moda, ideal de beleza e elegância feminina, admirada pelo seu trabalho de caridade, em especial pelo seu envolvimento no combate à SIDA na campanha internacional contra as minas terrestres.

A sua trágica e inesperada morte aconteceu após um acidente de carro na cidade de Paris, em 1997, no Túnel da Alma. Seguiu-se , um grande luto público pelo Reino Unido e um pouco por todo o Mundo.

Ao seu funeral, realizado no dia 6 de setembro do mesmo ano, assistiram cerca de 2,5 bilhões de pessoas, tornando-se um dos eventos mais vistos da história da televisão.

Mesmo muitos anos após sua morte, a “princesa do povo” continua a ser uma celebridade frequente na imprensa, servindo de tema para muitos livros, jornais e revistas. Estima-se que seu nome seja citado, pelo menos, oito mil vezes por ano na imprensa britânica.

PUBLICIDADE

Sou jornalista desde sempre, diria. Comecei na rádio, no tempo em que ‘explodiram’ as rádios locais. Mais tarde, o ‘bichinho’ do jornalismo regressou e eu voltei, desta vez para as revistas. Trabalhei 11 anos na Media Capital, na revista Lux. Gosto de artistas: actores, actrizes, cantores, gente da televisão… E gosto de escrever sobre eles, de conhecer o seu outro lado. Sou jornalista de formação, tenho a Carteira de Jornalista desde 1993 e isto é o que faço e farei. Para o resto da vida. Provavelmente.

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING