Segue-nos
PUBLICIDADE

Mundo

Pai encontra assassino da filha de 4 anos na rua, 30 anos depois

PUBLICIDADE

Publicado

em

A 24 de maio de 1985, Ana Isabel Fernández Sánchez foi morta. Tinha apenas 4 anos. Ana Isabel foi morta por um homem da sua família, que a terá tentado violar e não conseguiu, atirando-a para um poço, onde a encontraram morta dois dias depois.

PUBLICIDADE

Para o pai da menina a situação foi devastadora. O homem não podia acreditar que o primo da sua esposa poderia ter matado a sua menina de 4 anos de idade.

Na sexta-feira passada, 13 de abril, Juan José Fernández, pai de Anabel, voltou a reviver a morte da sua filha, porque diante dos seus olhos passou o assassino, Enrique Sánchez, condenado a 40 anos de prisão, 28 anos por homicídio, nove por violação e três por abusos.

A sentença obrigou-o a pagar dois milhões de pesetas (12.000 euros). Mas ele já está em liberdade, porque cumpriu parte da sentença.

PUBLICIDADE

Embora fosse meio-dia, e houvesse muitas pessoas na rua, Juan José não conseguiu resistir à emoção, e atirou-se no homem com uma faca. Várias pessoas conseguiram separá-lo do assassino da filha.

A idade avançada e a rápida presença da polícia salvaram Enrique de morrer no local, como conta o El País.

A agressão terminou com feridas, golpes e cortes profundos nas mãos e nariz de Sanchez. Tudo se passou na pequena cidade de Huétor Santillán, perto de Granada, Espanha.

PUBLICIDADE

Também numa sexta-feira, há quase 33 anos atrás, a pequena Ana Isabel, de apenas quatro anos, desapareceu. Durante dois dias passaram a cidade a pente-fino, procurando por ela, até que encontraram o corpo.

No mesmo dia em que a encontraram, a Guardia Civil já tinha identificado o suspeito.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING