Segue-nos

Famosos

Oops! Suzana Garcia dá resposta a Patrícia Cipriano após ‘farpas’: “É deselegante…”

Suzana Garcia ‘quebrou o silêncio’ sobre o seu regresso à TVI…

Publicado

em

Por

Oops! Suzana Garcia dá resposta a Patrícia Cipriano após ‘farpas’: “É deselegante…”
Reproduções | Redes sociais

Depois das mais recentes notícias sobre o seu regresso à TVI, Suzana Garcia usou a sua conta de Instagram para se pronunciar mas também para reagir às palavras da advogada Patrícia Cipriano, que esteve, até esta quinta-feira, 2 de novembro, a comentar os casos de criminalidade na rubrica ‘Atualidade’ do programa ‘Dois às 10’, e que se manifestou sobre a sua saída nas redes sociais (ver aqui).

Suzana Garcia confirmou que é a nova comentadora da referida crónica e partilhou até que, no convite que recebeu, lhe foi dito que a sua presença seria necessária para “aumentar audiências”. “Eu, em face dessa razão, porque sou grata a quem bem me fez- a TVI- decidi arregaçar mangas e de peito aberto aceitar o desafio”, confirmou.

Sem papas na língua, Suzana Garcia admitiu não ter “nenhuma responsabilidade” na entrada e saída de comentadores, deixando depois alguns ‘recados’. “Uma vez que acabam a relação que tinham connosco, seja no que for, para partirem para outra, a culpa não é da outra. E é deselegante- para dizer o mínimo- tentar depreciar a outra. Diz mais da que se deixou do que da que se escolheu”, considerou.

Sobre o facto de Patrícia Cipriano ter escrito no seu texto que a sua profissão “é, e será sempre, a advocacia” e que “nenhuma audiência” a “fará passar de advogada a vedeta”, Suzana Garcia reagiu, comentando ainda o facto da colega de profissão se ter referido a si sempre como “colega”.

“Pensava aqui com os meus botões, incidentalmente, que nunca quis ser, nem sou, nem serei, vedeta. Mas depois recordei-me: não é vedeta quem quer. É vedeta quem pode. Por muito desconforto que isso cause a quem não obstante os esforços, nunca tenha lá chegado”, realçou.

No final, Suzana Garcia revelou que teve oportunidade de falar com Patrícia Cipriano e que lhe desejou “o melhor desta vida”. “E não me dirijo a ela como Ilustre, ou Colega, ou Advogada ou companheira de painel. Faço-o como Pessoa. Como Mulher. Porque o demais não me define e não me limita. Tudo o resto, fica na espuma dos dias e o vento carrega como pó que somos”, terminou.

TRENDING