Segue-nos

País

Multas pesadas para quem não der prioridade a grávidas e deficientes

Publicado

em

A partir de amanhã, 27 de Dezembro, grávidas, deficientes e idosos com evidente incapacidade terão prioridade no atendimento. Quem não cumprir, pode ter multa pesada.

Não dar prioridade no atendimento a uma grávida, a portadores de deficiência, ou de incapacidade física, e a pessoas acompanhadas por uma criança até aos dois anos passa a ser ilegal, a partir de amanhã.

Quem não respeitar a lei, arrisca-se a ver entrar a Polícia no estabelecimento e, ainda, a ter de pagar uma multa que vai dos 50 até ao mil euros.

As regras da prioridade vão ser aplicadas em todos os serviços, e deixam de estar dependentes da boa formação ou educação de cada um.

Um cliente que não veja respeitado o direito pode pedir a “presença de autoridade policial”, para garantir que se cumpre a Lei, podendo também apresentar queixa.

.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING