Segue-nos
PUBLICIDADE

Actualidade

Ministério Público acusa marroquino de pertencer a organização terrorista internacional

O Ministério Público deduziu acusação contra um marroquino detido na prisão de Monsanto, em Lisboa, suspeito de pertencer a uma organização terrorista internacional.

Publicado

em

Por

Ministério Público acusa marroquino de pertencer a organização terrorista internacional

Lisboa, 23 mar (Lusa) — O Ministério Público deduziu acusação contra um marroquino detido na prisão de Monsanto, em Lisboa, suspeito de pertencer a uma organização terrorista internacional, anunciou hoje a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Em comunicado, a PGR adianta que o marroquino é acusado de um crime de adesão a organização terrorista internacional, outro de falsificação com vista ao terrorismo e quatro crimes de uso de documento falso com vista ao financiamento do terrorismo.

A PGR adianta que o marroquino, que em Portugal radicalizava e recrutava jovens marroquinos para a organização terrorista Estado Islâmico, está ainda acusado de um crime de recrutamento para terrorismo e outro de financiamento do terrorismo.

CMP // JMR

Lusa/fim

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TRENDING