Segue-nos

Mundo

Menino com deficiência foi deixado na escola em dia de excursão

“Hoje, ao ver o meu filho chegar da escola não tive como não chorar… Vê-lo chegar com um balãozinho pendurado na cadeira como prémio de consolação, doeu-me ainda mais”

Publicado

em

Uma mãe no Brasil usou o Facebook para denunciar que o filho, que tem paralisia cerebral e usa cadeira de rodas, foi impedido de ir ao cinema, numa excursão com a sua turma da escola em que estuda, em Belo Horizonte.

A mãe, Adriane Cruz relatou que a criança ficou das 7h às 11h20 no corredor da escola, na companhia de um funcionário, enquanto as outras crianças foram passear.

“Hoje vendo o meu filho chegar da escola não tive como não chorar. Vê-lo chegar com um balãozinho pendurado na cadeira como prémio de consolação, doeu-me ainda mais”, escreveu.

Como conta o site UOL, A mãe revelou que o filho estuda há 9 anos em escolas que não conseguiram, segundo ela, colocar projetos de inclusão em prática.

“Ele não vai aos passeios da escola. Neste ano nem mesmo foi convidado para a festa junina da escola”.

Adriane diz, entre os motivos apresentados pela escola para excluir a criança noutras situações, chegou a ouvir coisas como “estava frio”, ou que não sabem qual seria a reação dele.

“Até quando a inclusão vai ser algo que existe apenas nos projetos escritos em folhas? Como ele vai formar suas ideias e sentimentos sem o apoio da escola e da sociedade? Não desisto, mas me sinto muito cansada”, desabafou a mãe.

Em comunicado oficial, enviado ao site UOL, a Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte afirma que o ocorrido “não reflete as ações adotadas pela Secretaria em sua política de inclusão. Todas as escolas são orientadas a desenvolver actividades que contemplem a participação dos estudantes com deficiência”.

O caso está a chocar os brasileiros. O post já tem mais de 7.700 partilhas na rede social Facebook.

.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos




Recomendamos




COMENTÁRIOS

TRENDING