Segue-nos

País

Menina de 7 anos morreu devido a bactéria transmitida por hamster

Uma menina de apenas 7 anos morreu na semana passada, apenas dois dias depois de ter sido internada de urgência no Hospital de S. João, no Porto…

Publicado

em

Uma menina de apenas 7 anos morreu na semana passada, apenas dois dias depois de ter sido internada de urgência no Hospital de S. João, no Porto.

Joana Teixeira, aluna no Centro Escolar da Gandra, na Maia, devido à falência dos rins. Na explicação que o médico deu à família, a doença terá sido provocada por uma bactéria infecciosa, que lhe foi transmitida pelo hamster, que era o animal de estimação da família, como conta o Observador.

Os sintomas foram vómitos e diarreia, que duraram vários dias. Joana acabou depois por ser levada ao Hospital de Alfena, em Valongo, mas o estado de saúde agravou-se, tendo sido por isso transferida para o Hospital de São João.

Joana Teixeira era aluna no Centro Escolar da Gandra, na Maia, o que levou a uma investigação por parte da Autoridade de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde da zona. A escola recomendou aos encarregados de educação de alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo várias medidas de protecção.

A infecção que vitimou a criança é transmissível de pessoa para pessoa, através de via fecal-oral. A ingestão de alimentos ou água contaminados, é uma das formas de contrair a bactéria.

O Bastonário da Ordem dos Veterinários, Jorge Cid, diz que “há casos destes relatados”, mas que são “raríssimos”.

O responsável acrescentou ainda que “se houver cuidados de higiene e controlo de um veterinário, o risco de este tipo de episódio acontecer é diminuto”.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING