Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Maria Vieira sobre a cozinha de Avillez: “Um raquítico e miserável cozido concebido por um tal de José Avillez “

PUBLICIDADE

“Acabo de ver nas notícias que esse tal de Avillez também abriu um restaurante de Pitas (…) fico aqui a pensar que porventura será muito bom e muito compensador ser o cozinheiro do regime”

Publicado

em

Maria Vieira parece ter ficado incomodada com a versão de cozido à portuguesa apresentada pelo chef José Avillez, reconhecido nacional e internacionalmente.

PUBLICIDADE

Ontem, na sua página de facebook, a actriz partilhou duas imagens de diferentes apresentações de cozido à portuguesa, onde mostra o prato concebido pelo chef, e outro numa qualquer casa portuguesa.

Maria Vieira apelou aos internautas para que dissessem de sua justiça, mas antes deixou a sua opinião sobre o prato, e por conseguinte sobre Avillez e a sua cozinha, ainda que, salvaguardando que nunca teria ouvido falar do mesmo. “Um raquítico e miserável cozido dito “gourmet” concebido por um tal de José Avillez, que eu não faço ideia de quem seja”.

A actriz, apesar de referir por várias vezes que nunca ouviu falar nem conhece este chef, acusa  José Avillez de ser o cozinheiro do regime, e que eventualmente é algo muito compensador:

“Há pouco acabo de ver nas notícias que esse tal de Avillez também abriu um restaurante de Pitas (uma coisa que se come nas Arábias, e que eu jamais trincaria nem que me pagassem) e, por isso, fico aqui a pensar que porventura será muito bom, e muito compensador ser o cozinheiro do regime. E atenção, que eu nem sequer sei quem é o tal de Avillez.” .

PUBLICIDADE

O ‘chef’ José Avillez tornou-se, no dia 5 de fevereiro, no primeiro português a receber o prémio da Academia Internacional da Gastronomia, distinção que considerou que “ajudará a dar ainda mais visibilidade à cozinha portuguesa”.

Com este prémio, o mais importante atribuído por esta instituição internacional, com sede em França, Avillez junta-se a nomes da gastronomia mundial igualmente distinguidos, como Alain Ducasse (1993/2007), Ferran Adriá (1994), Massimo Bottura (2010), Joan Roca (2011), René Redzepi (2012/2013), Grant Achatz (2014) e Alex Atala (2015).

PUBLICIDADE

“Temos trabalhado com o objetivo de promover a gastronomia portuguesa no mundo e este prémio é um importante reconhecimento do caminho feito. Certamente ajudará a dar ainda mais visibilidade à cozinha portuguesa”, afirmou José Avillez.

José Avillez tem vários restaurantes em Lisboa e no Porto, entre os quais o Belcanto (na capital), com duas estrelas Michelin e considerado um dos cem melhores restaurantes do mundo pela publicação Restaurant Magazine.

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING