Segue-nos
PUBLICIDADE

Familia

Mãe protegeu trigémeas no chuveiro enquanto o furacão Irma destruía o resto da casa

PUBLICIDADE

Publicado

em

Por

Kate Jackson e o seu noivo, Alex Ashman, deram, recentemente, as boas-vindas a três gémeas!

PUBLICIDADE

A família vive na bonita ilha de Tortola, nas Ilhas Virgens Britânicas. Os gémeos tinham, apenas, seis meses de vida quando o furacão Irma devastou tudo à sua passagem, em setembro passado…

Kate, Alex e as trigémeas procuraram refúgio na casa da mãe de Kate quando o furacão se aproximou das Caraíbas.

Com eles, estava a irmã de Kate e um casal amigo da família, Nick e Jayne. O grupo acabou por conseguir salvar-se na única divisão da casa que continuava de pé e que tinha sido recentemente reconstruída, a casa de banho.

PUBLICIDADE

Protegeram-se, todos, no chuveiro, enquanto, em seu redor, a casa ficava em mil pedaços! Cada mulher, pegou num dos bebes de apenas seis meses, enquanto os homens faziam uma espécie de teto sobre elas, para que nada lhes acontecesse…

A dada altura, chegaram, mesmo, a despedir-se um dos outros… Mas um milagre estava prestes a acontecer! Quando engravidaram, Kate e Alex ficaram radiantes de saber que esperavam três meninas!

PUBLICIDADE

Depois de Beatrice, Charlotte e Isabella nascerem, Kate começou a trabalhar como advogada para unidades de cuidados intensivos neo-natais.

Apenas seis meses após terem chegado ao mundo, o furacão Irma devasta tudo nas Caraíbas e a casa do casal estava no caminho direto do furacão…

Sabendo disso, Kate e Alex refugiaram-se na casa da mãe de Kate. A irmã de Kate e os amigos Nick e Jayne estavam, também, lá com eles, a torcerem pelo melhor… No final, a casa da mãe de Kate ficou completamente devastada.

O grupo, refugiou-se na única divisão da casa que parecia mais forte, a casa de banho, e em seu redor, a casa começou a desfazer-se.

Quando o teto voou, cada uma das mulheres agarrou numa das gémeas e os homens fizeram uma espécie de teto com os braços, para que nada lhes caísse em cima! Depois disso, todos se despediram e rezaram, sem esperança de um final feliz. Toda a casa estava destruída!

PUBLICIDADE

A dada altura, a casa começa a querer desmoronar, incluindo a casa de banho… Nick tenta encontrar uma saída… O grupo continua a rezar! Entretanto, os homens dão um pontapé na janela da casa de banho, conseguem tirar as mulheres e as bebés e colocam-nas na sala de geradores.

“Eu saí dali, para ver se havia uma saída… Queria colocá-las em solo firme! Quando parti a janela da cozinha, explodiu na minha cara! Foi um momento complicado… Percebi que, à volta, já não havia casa!
Nesta altura, a tempestade tinha dado tréguas e o grupo conseguiu fugir até à casa dos vizinhos, que aguentou melhor os ventos fortes. Kate e Alex perderam a casa e todos os seus pertences, mas, miraculosamente, nenhum deles perdeu a vida!

Na verdade, estas trigémeas estão entre as bebés mais novas a sobreviver durante o furacão Irma. Depois da tempestade, a história de Kate e Alex tornou-se viral e um dos amigos do casal divulgou, inclusive, um post no Facebook:

“Estou a publicar isto, porque a comunicação social não fala do que se passou recentemente nas Ilhas Virgens Britânicas com o furacão Irma, algo completamente devastador para 28 mil pessoas. É para além do imaginável, é muito pior do que se poderia algum dia imaginar… Não vou partilhar os vídeos de como era a casa de Alex e Kate, antes da tempestade, porque é algo demasiado pessoal e que nos deixa de coração partido… Alex, Kate e as suas bebes trigémeas, todos sobreviveram ao furacão Irma. A sua casa ficou destruída, assim como o resto da ilha, mas o grande milagre foi, realmente o facto de todos terem sobrevivido e de estarem bem!”

PUBLICIDADE

Agora, os familiares e amigos do casal estão a reunir fundos monetários para que possam reconstruir a sua casa, assim como para que consigam criar as suas bebés.

Se queres ajudar, por favor, vai a esta página!

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING