Segue-nos

Familia

Mãe deu à luz filha, doente terminal, para poder doar os orgãos e salvar vidas

PUBLICIDADE

“Nós dissemos olá e adeus à nossa doce Eva ontem. Ela era, à sua maneira, tão perfeita…”

Publicado

em

Esta mulher, que escolheu levar a sua gravidez até ao fim, deu à luz esta semana, apesar de a bebé sofrer de uma doença terminal, para desta forma poder doar os órgãos, mas foi forçada a dizer adeus à sua filha momentos depois do seu nascimento.

PUBLICIDADE

A história de Keri e Royce Young ficou viral em Fevereiro, e demos conta dela aqui. Estes pais corajosos optaram por levar esta gravidez até ao fim, apesar de o cérebro da bebé não se ter desenvolvido, o que significava que ela nunca iria sobreviver.

Eles fizeram esta escolha na esperança que os outros órgãos da sua bebé, a quem deram em homenagem a esta decisão o nome de Eva, que significa dador da vida, fossem viáveis para transplantes, e que ajudassem outros bebés.

Na segunda-feira, Keri de 31 anos, deu então à luz a Eva Grace, na Cidade de Oklahoma e o casal juntamente com o seu filho de 2 anos Harrison, despediram-se de Eva no final do dia.

PUBLICIDADE

Os pais de Eva teriam entre 5 minutos a 36 horas com ela, segundo lhes foi dito, antes de Keri entrar em trabalho de parto. No entanto não se sabe quanto tempo tiveram com ela.

Tanto Keri como o seu marido Royce, jornalista da ESPN, cujo seu emocionante e sincero post no facebook sobre a impossível decisão que tomaram, correu o mundo, partilhando as noticias do seu nascimento, nos meios de comunicação.

Keri postou no Instagram, uma fotografia no hospital. Ela surge com Eva ao colo, com a bebé enrolada num cobertor e usando um gorro cor-de-rosa. O filho do casal, Harrison,é visto sentado ao colo do seu pai.

PUBLICIDADE

«Nós dissemos olá e adeus à nossa doce Eva ontem. Ela era, à sua maneira, tão perfeita. Eu irei, mais tarde, partilhar mais sobre a sua incrível história.» escreveu Keri junto à fotografia que acaba de postar e onde todos apareciam a sorrir.

Royce, também com 31 anos de idade, voltou ao Facebook, para partilhar uma foto, dolorosa, onde ele segurava a sua filha. O seu rosto reflectia dor, ao olhar para o rosto da sua filha, numa foto a preto e branco.

«Nós dissemos, ontem, olá e adeus à nossa doce Eva Grace. Eva Grace Young – 4-17-17,» escrevia Royce.

O casal tem sido inundado com mensagens de apoio, simpatia e condolências. No entanto ainda não divulgaram se conseguiram beneficiar de alguns dos órgãos de Eva, para doa-los, conforme era o seu desejo.

PUBLICIDADE

Este casal descobriu a doença de Eva no passado mês de Dezembro. Durante um ultra-som, para saberem se estavam à espera de um menino ou de uma menina, foi-lhes dito pelos médicos que a pequena Eva tinha anencefalia, uma condição rara, que significa que parte do cérebro e crânio do bebé não se desenvolve.

Foi ainda dito a estes pais, que era uma condição terminal, e que quando nascesse, eles teriam entre 5 minutos a 36 horas com a sua filha, antes de os outros órgãos começarem a falhar.

Momentos após esta notícia devastadora, Keri, decidiu que iria levar a gravidez até ao fim, na esperança que os outros órgãos saudáveis de Eva, pudessem salvar outras crianças.

PUBLICIDADE

Num post no Instagram, onde explicava a sua decisão, Keri escreveu:

«Este é o coração perfeito da nossa filha. Ela tem pés e mãos perfeitas. Ela tem rins perfeitos, pulmões perfeitos e um fígado perfeito. Infelizmente, ela não tem um cérebro perfeito. Nós descobrimos recentemente que ela sofre de anencefalia e é terminal.

Confrontados com difíceis opções, nós decidimos levar até ao fim a gravidez, para que Eva, que literalmente significa vida, possa crescer forte e dar vida a múltiplas pessoas, através da doação de órgãos. Esta não foi uma decisão fácil.

Durante as próximas 20 semanas, eu vou sentir os seus pontapés, ter soluços e ouvir o seu coração perfeito bater, isto tudo sabendo que teremos pouco tempo com ela, após o seu nascimento. Como podem calcular, nós estamos devastados, mas temos um sistema de suporte fantástico na nossa família, amigos, igreja e médicos.

Nós escolhemos tentar ver o lado positivo desta situação, e apreciar o nosso tempo com a Eva, e estarmos gratos pelo impacto que ela terá neste mundo durante o pequeno período de tempo e que ela cá estará.»

Royce, admirado pela coragem da sua esposa escreveu-lhe logo depois um tributo: «Literalmente 30 segundos depois de o nosso médico nos ter dito que a nossa bebé não tinha cérebro, e no meio de lágrimas, Keri olhou para cima e perguntou, “ se eu levar a gravidez até ao fim, podemos doar os seus órgãos?”. Ali estava eu, abatido e de coração partido, mas rapidamente fui levado no momento e fiquei ao seu lado admirando a sua força….

Naquele que era literalmente o pior momento da sua vida, ao descobrir que a sua bebé ia morrer, ela levou menos de um minuto para pensar em outra pessoa e como o seu altruísmo poderia ajudar.» No seu post Royce, explicou melhor esta decisão: «Há por aí outra família, sofrendo e à espera de um milagre para o seu bebé, sabendo também que outro bebé de outra família terá que morrer.

Eva pode ser esse milagre. Estamos perto da meta final, e apesar de ser incrível passar essa meta e conhecer Eva, vai ser difícil, Nós vamos para o hospital para ter um bebé, e vamos para casa sem ele.» Keri partilhou a evolução da sua gravidez com fãs, que foram tocados pela sua decisão e queriam seguir a família durante esta sua jornada. Ela partilhou os ultra-sons a 4D da sua bebé o que ajudou a explicar a situação a outras grávidas.

O casal consagrou o seu bebé á Igreja e foram os convidados de honra de uma iniciativa de beneficência feita em honra de Eva. Eles partilharam a sua história no Good Morning America interagindo com utilizadores das redes sociais que faziam perguntas sobre a condição de Eva. Eles também arranjaram fotografias, tiradas à sua bebé logo após o seu nascimento.

Apaixonado por rádio, notícias e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING

PUBLICIDADE
v