Segue-nos

Vida

Jovem fica parcialmente cega depois de estar 24 horas a jogar no smartphone

Passas horas a jogar no teu telemóvel? Atenção! Esta mulher de 21 anos perdeu a visão, depois de passar um dia inteiro a jogar!

Publicado

em

Esta mulher ficou parcialmente cega, depois de passar um dia a jogar no seu smartphone.

Com o pseudónimo de Wu Xiaojing, e assumida fã do jogo ‘Honour of Kings’, a financeira estava a jogar, ininterruptamente, quando, de repente, ficou sem ver do olho direito.

Conduzida a vários hospitais, foi diagnosticada com Oclusão Vascular da Retina. A oclusão vascular retiniana afeta o olho, mais especificamente, a retina, e o corre quando uma das veias ou artérias que transportam o sangue para a retina ou a partir dela fica bloqueada ou contém um coágulo de sangue.

Como conta o Mashable, o bloqueio pode ocorrer na principal veia ou artéria. Os bloqueios também ocorrem em ramificações de veias e artérias em toda a retina. Pode originar a perda total da visão.

Entretanto, no site Weibo, alguns dos comentários foram pouco favoráveis á situação complicada de Wu. “Ela continua a segurar no telefone na cama…” ou “É uma situação terrível, mas eu ainda não desinstalei o jogo”, são alguns dos comentários que se pode ler.

Adição ao jogo: Wu admitiu, entretanto, jogar por um período superior a oito horas seguidas, sem comer, beber ou ir à casa de banho.

“Se não tenho de ir trabalhar, levanto-me, geralmente, às 6h00, tomo o pequeno almoço e depois jogo até às 16h00”, contou ao jornal The Global Times, acrescentando: “Depois, como qualquer coisa, durmo um pouco e continuo a jogar até às 2h00 da manhã… Os meus pais já me tinham avisado que eu podia ficar cega.”

De acordo com a própria, o dia 1 de outubro, feriado nacional, foi passado a jogar. Foi, precisamente, nesse dia que, por volta da hora de jantar, terá perdido a visão, tendo sido conduzida até ao hospital e diagnostica, então, com Oclusão Vascular da Retina.

De acordo com o especialista do hospital Nancheng, onde foi assistida, a causa da ocorrência terão sido as horas excessivas que Wu passou a jogar no telemóvel.

O especialista Dr David Allamby, diretor de uma clínica ocular em Londres, discorda, contudo, que a ra~zao tenha sido, apenas essa, como refere em declarações ao Daily Mail: “Uma pessoa não sofre de Oclusão Vascular da Retina apenas por estar a jogar muitas horas seguidas. Isso, complementado com uma doenças ocular, sim, pode ter originado o problema. As enxaquecas, apesar de ser uma hipótese remota, poderão, também estar na origem do problema.”

‘Honour of Kings’ é um dos mais populares jogos para smartphones na China. Tem cerca de 200 milhões de utilizadores registados. Tencent, a companhia produtora jogo, proibiu recentemente, o jogo a mais de uma hora, crianças com menos de 12 anos, para evitar adição.
Em Portugal

Se conheces alguém com problemas de adição à internet, tens um serviço público à tua disposição: o NUPI! O Núcleo de Utilização Problemática de Internet funciona no Serviço de Psiquiatria do Hospital de Santa Maria e tem como objetivos estudar o impacto do uso de Internet e de videojogos no comportamento e na saúde.

A consulta é dirigida a jovens entre os 14 e os 30 anos de idade, pertencentes à área de intervenção do Hospital de Santa Maria.

Vida

Jovem tatua primeiro bilhete escrito pela avó, que está a aprender a ler e escrever

Publicado

em

Marcella Martins, uma jovem estudante brasileira recebeu um bilhete escrito pela avó, que começou a aprender a ler e a escrever recentemente.

A jovem decidiu eternizar o primeiro bilhetes escrito pela avó, tatuando as palavras no seu braço. A fotografia que mostra a tatuagem viralizou no Twitter, como conta o Jornal Extra. Desde o dia 23 de outubro ja teve mais de 40.000 interações.

“Com 12 anos ela teve que começar a trabalhar para ajudar na casa e não teve a oportunidade de estudar. Agora ela está aprendendo a ler e a escrever e ontem ela fez uma cartinha para mim, resolvi eternizar”, escreveu Marcella na legenda do post.

A felicidade de Marcella ao receber o bilhete da sua avó foi tão grande que ela não conseguiu explicar em palavras.

“Coisa mais linda do mundo! Não tenho minha avó mais aqui, mas ela também aprendeu a ler e escrever já aposentada. Maior orgulho do mundo dela! Parabéns pela homenagem a sua avó!”, escreveu um utilizador do Twitter que se identificou com a história de Marcella e da sua avó.

Marcella revelou que ficou emocionada com o alcance que o post teve, e disse que a sua avó Gelsa “mandou agradecer a todos e desejou muita saúde”.

A jovem revelou no seu perfil no Instagram um pouco mais sobre a história da mulher que tanto admira:

“A minha avó sempre foi uma mulher muito guerreira. Com 12 anos ela tinha que trabalhar em casa de famílias, para poder ajudar a sustentar todos os seus irmãos e além disso ainda cuidava deles em casa. Ela sofreu muito na sua infância, mas nem por isso ela virou uma pessoa ruim ou ‘revoltada’ com a sua vida. Pelo contrário, minha avó sempre foi uma ótima pessoa que sempre ajudou as pessoas, sem ao menos pedir ou querer nada em troca”, disse Marcella.

Na publicação, a jovem revelou que a avó não teve a oportunidade de estudar, mas que nunca desistiu de aprender a ler e a escrever, apesar de todos as dificuldades que teve na vida, como um recente cancro de pulmão que descobriu há alguns meses.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Minha avó sempre foi uma mulher muito guerreira. Com 12 anos ela tinha que trabalhar em casa de famílias, para poder ajudar a sustentar todos os seus irmãos e além disso ainda cuidava deles em casa. Ela sofreu muito na sua infância, mas nem por isso ela virou uma pessoa ruim ou ” revoltada ” com a sua vida. Pelo contrário, minha avó sempre foi uma ótima pessoa que sempre ajudou as pessoas, sem ao menos pedir ou querer nada em troca. Por ter começado a trabalhar muito cedo, ela não teve a oportunidade de estudar e acabou ficando analfabeta, porém mesmo mais velha, ela nunca desistiu de aprender a ler e escrever. Depois de um tempo ela entrou para a escola e ainda está aprendendo a ler e escrever algumas coisas. Ontem ela escreveu em um papel exatamente o que está na foto e me deu, fiquei tão feliz que não consigo nem explicar o quanto!!!! Alguns meses atrás minha avó descobriu que estava com um câncer no pulmão e nossa família não esperava isso, ela tinha até parado de fumar, mas infelizmente o câncer já estava ali. Por sorte ele foi descoberto no início… Minha avó falava que ia morrer, que não aguentava mais e isso me deixava muito triste. O momento mais difícil para mim foi quando minha mãe raspou a cabeça dela ( ela amava o cabelo dela ). Mas graças a Deus nós conseguimos anima lá com o nosso amor e a união da nossa família e hoje minha avó já está com o cabelo lindo e está muito feliz. Para que eu fiz esse texto? Só para dizer para vocês, valorizem as pessoas que vocês amam, pode ser que não seja pra sempre e para você que está passando alguma dificuldade, necessidade na sua família, calma, isso vai passar! Confia e tenha fé. Vó, eu te amo 😍❤️😍

Uma publicação partilhada por Cella (@cella_martiins) a

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS

TRENDING