Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

João Espírito Santo, o “senhor doutor”, recorda coma de 13 dias: “Disseram que era um excelente dador de órgãos”

PUBLICIDADE

João Espírito Santos sofreu um grave acidente de viação e esteve entre a vida e a morte…

Publicado

em

A Tarde É Sua/Videos

Foi esta quinta-feira, 02 de janeiro, que Fátima Lopes informou os telespectadores que João Espírito Santo, o “senhor doutor” do seu programa, sofreu um grave acidente de viação.

PUBLICIDADE

O médico dentista surgiu assim, em estúdio, para revelar pormenores do “susto” que viveu e que lhe mudou a vida.

O profissional de saúde ia a caminho de Porto quando acabou por embater no carro da frente e capotou o seu veículo, tendo ficado posteriormente em coma durante treze dias:

“Lembro-me de sair do coma e querer viver (…)”, começou por dizer, revelando depois o que se recorda dos minutos após o acidente:

“Lembro-me de ouvir alguém dizer “ele está morto” e eu a tentar falar. Estava consciente, mas estava completamente incapacitado de me ajudar a mim próprio. Fui desencarcerado, lembro-me perfeitamente de dizer «eu mexo as pernas. Por favor, não me cortem as pernas»”, lembrou, referindo que de seguida “apagou”.

PUBLICIDADE

Reforçou que tudo isto foi um ensinamento de vida e que o ajudou a valorizar cada vez mais a vida, as prioridades e a maneira de viver com os filhos e com a família.

A dada altura, revelou que a sua mulher, Mariana, ouviu, durante os dias em que o marido esteve em coma, por parte dos médicos, que João era um bom dador de órgãos.

PUBLICIDADE

“A melhor forma de descrever estes treze dias é quando dizem à tua mulher «ele é um excelente dador de órgãos»”, contou, elogiando a força da companheira durante este tempo de angústia:

“A energia da minha mulher foi para lá do normal…Eu acordei do coma e a Mariana disse-me uma coisa: “Estou preparada para tudo, para um divórcio, para tudo o que tu quiseres, menos para ser viúva”. E eu disse: “Ótimo, eu estou cá, não sei como nem como vou ficar, mas ótimo”.

O médico dentista foi submetido assim a muitas cirurgias de reconstrução na zona occipital (crânio) e também na orelha e mão e faz agora fisioterapia.

Visivelmente agradecido por tudo o que a equipa médica fez por si e sobretudo por ter sobrevivido, João Espírito Santo admitiu: “Eu acredito, para mim, isto foi um milagre, como crente, eu acredito”, garantiu.

Vê aqui a conversa.

PUBLICIDADE

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

TRENDING