Segue-nos

Animais

Gata vadia salta para o carro de uma desconhecida, e o motivo é surpreendente

“Enquanto estava a colocar a minha carteira no lugar do passageiro, a pequena gata saltou para o meu colo!”

Publicado

em

Por

Uma gata vadia em Salt Lake City, no Utah, precisava de ajuda. Não teve meias medidas e decidiu pedi-la pelos próprios meios…

Na semana passada, Susannah Nevison, uma estudante de doutoramento da Universidade do Utah, Estados Unidos, responsável por supervisionar uma aula do secundário numa escola local às quintas-feiras, estava a atravessar o parque de estacionamento quando percebeu que estava algo atrás dela.

“Estava uma linda gatinha atrás de nós, a seguir-nos”, referiu Susannah Nevison ao site The Dodo, acrescentando: “Quando abri o carro, abri a porta e ela subiu!”

E a gata estava decidida a não largar Susannah facilmente.

“Quando estava a guardar a carteira no lugar do passageiro, a pequena gatinha saltou para o meu colo! Fiquei admirada… Ela saltou e ali ficou, a ronronar e a pedir carícias, subindo depois para o meu ombro.”

Mas a história teve uma volta infeliz: Susannah – amante de cães e dona de cães, toda a vida! – é alérgica a gatos.

Mas Susannah reparou que o olho da pequena gatinha estava a incomodá-la. O que fundamenta ainda mais a razão pela qual a pequena gata terá saltado para o colo de Susannah: para a ajudar com urgência!

Susannah levou-a de imediato a um abrigo local. No Salt Lake County Animal Services (SLCAS)  verificaram se tinha microchip. Na ausência de microchip os responsáveis do abrigo perceberam que a pequena gatinha teria cerca de um ano de idade e estava abandonada, lutando, diariamente, pela sua vida. Contudo, o instinto de sobrevivência não lhe tinha levado a doçura…

“Ela é muito doce e tem um ronronar muito baixinho…”, referiu Callista Pearson, responsável de marketing e comunicação do abrigo em declarações ao The Dodo, acrescentando:

“Parece que o olho não cresceu da forma correta e é por isso que o vamos remover. Caso contrário pode infetar e ser muito prejudicial para ela.”

Se, entretanto, ninguém a reclamar para adoção, a pequena gatinha estará disponível para adoção a 3 de novembro, amanhã, depois da cirurgia ao olho estar executada. Até lá, ela parece gostar de brincar com a equipa do abrigo!

Por ser alérgica a gatos, Susannah não a conseguiu levar para casa, por mais tentativas que fizesse! Mas está determinada a encontrar-lhe o lar ideal. “Ela é uma linda gatinha, com um pelo que parece mármore”, refere Susannah.

Partilha esta história de coragem da pequena gatinha e – quem sabe – ajudas a que encontre um lar!

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING