Segue-nos

Famosos

Fátima Lopes elogiada pela filha: “Durante quinze anos, a minha mãe foi mãe e pai”

Fátima Lopes celebrou 49 anos e decidiu partilhar no seu blog um texto escrito pelos filhos onde revelam a sua admiração pela apresentadora…

Publicado

em

Fátima Lopes/Instagram

Este domingo, 13 de maio, a apresentadora Fátima Lopes celebrou o seu 49º aniversário.

A anfitriã do programa “A Tarde é Sua” passou o fim-de-semana em Fátima nas cerimónias religiosas do do 13 de Maio.

Na sua página de Instagram, Fátima Lopes partilhou com os seguidores o que sentiu em Fátima, e não só.

A apresentadora informou aos fãs que, em dia de aniversário, foram os filhos que escreveram acerca da própria, no seu blog Simply Flow:

“A nossa mãe faz anos hoje e nós viemos aqui deixar uma mensagem de parabéns! Link no Stories. Beijinhos Bia e Filipe 🎉”.

Beatriz, de 18 anos e Filipe, de 9 anos decidiram partilhar cada um, individualmente, as suas palavras para a apresentadora:

“Durante quinze anos (até hoje), a minha mãe foi mãe e pai. Não há ninguém que tenha tido um papel tão moldador na minha personalidade, no meu processo de crescimento e na pessoa que sou hoje como ela”, começa por revelar.

Relembrando que a mãe é o seu apoio, a filha mais velha também realçou que é, muitas vezes, a força da mãe sempre que esta precisa:

Costumamos ir jantar as duas com alguma frequência, sempre que as agendas são compatíveis, e é nesses jantares que pomos verdadeiramente a conversa em dia e que falamos abertamente sobre o que sentimos (…) e termina: “Desta forma, mãe, agradeço-te por tudo o que és e sempre foste na minha vida e é com toda a sinceridade que afirmo que quero ser, exactamente, como tu. Muitos Parabéns!”.

O pequeno Filipe também desejou um ótimo dia à mãe e deixou umas palavras carregadas de emoção:

“(…) deixo-te aqui um agradecimento por tudo o que fizeste por mim: por cuidares de mim quando estou doente, por me ajudares nos trabalhos de casa, por ires ver os meus jogos de futebol, por me leres sempre uma história à noite, por me fazeres falar sempre que estou triste, por me ajudares e muito mais”, e termina emocionado: “Fazia qualquer coisa por ti. Estou quase chorar com este texto porque me faz ver o quanto me fazes feliz. Parabéns!”

Podes ler o texto na íntegra aqui.

Na sua página de Instagram, Fátima Lopes agradeceu a todos as mensagens de parabéns que recebeu:

“Mais velha, mas feliz. 🎂 Obrigada pelas vossas mensagens de parabéns. 😘”, escreveu.

Mais velha, mas feliz. 🎂 Obrigada pelas vossas mensagens de parabéns. 😘

Uma publicação partilhada por Fátima Lopes (@fatimalopesoficial) a

Famosos

Rui Maria Pêgo: “Ninguém pode ser convertido em nada. Somos o que somos.”

O filho de Júlia Pinheiro esteve no programa “5 Para a Meia Noite” e respondeu abertamente as todas as questões que lhe foram feitas…

Publicado

em

Mafalda Veiga/Instagram

Esta quinta-feira, 17 de Janeiro, foi para o ar mais um “5 para a meia noite”, na RTP1.

Rui Maria Pêgo foi um dos convidados do programa e esteve na rubrica “Pressão no Ar”, que consiste num conjunto de perguntas ao entrevistado.

Assim, e confrontado com a questão: “Quais as três pessoas em Portugal que gostavas que calassem mesmo a boca?”, o filho de Júlia Pinheiro respondeu de imediato:

“Maria José Vilaça [a psicóloga que defende que a homossexualidade é uma doença] (…) Maria Leal e tenho uma péssima, não vou dizer”, começou por dizer, atirando de seguida o terceiro nome: “Mafalda Veiga”, confessando: “Mas é porque eu não gosto muito da música mas há pessoas que gostam muito”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

A julgar pelo sorriso, concluímos que o @ruimariapego queria mesmo vir à #pressãonoar! 😀 #5meianoite #rtp

Uma publicação partilhada por 5 Para a Meia-Noite (@5meianoite) a

Mais à frente, e ‘pegando’ na primeira resposta dada pelo animador de rádio, Inês Lopes Gonçalves questiona: “O que é que tu dirias a Maria José Vilaça?”, ao que Rui Maria Pêgo responde:

“Eu diria que… Acho que o grande problema de Maria José Vilaça é não ter experimentado nada que a fizesse realmente feliz. Aliás, há lá um momento em que ela diz, numa entrevista,«podia ter me acontecido a mim, eu estive perto de que me acontecesse». Se calhar podia ir passar umas férias com umas amigas, para animar, não é? ‘Vai Vilaça que é mesmo tua’”.

Num tom mais sério, o filho de Júlia Pinheiro ainda reforçou:

“É gravíssimo que alguém crie um grupo e que venda uma coisa como uma terapia de conversão. Ninguém pode ser convertido em nada. Somos o que somos e não temos se quer que ter dúvidas”.

Vê a entrevista na íntegra aqui:

Continuar a ler

TRENDING