Animais

Esta família adotou um labrador obeso, e ajudou-o a perder 27 kgs… Está LINDO

Depois de perder um dos seus labradores, Heidi Fiore e o seu marido decidiram que estavam preparados para receberem outro na sua família.

Viram um post no Facebook sobre um Labrador que precisava de uma casa e que eram obeso. Puseram-se, de imediato, no carro e conduziram mais de uma hora para o puderem conhecer. Quando a mulher que o tinha divulgado no Facebook, o foi buscar, Heidi não queria acreditar…

“Nunca tinha visto nenhum cão tão gordo. Parecia um daqueles porcos que vemos nas quintas. A única coisa que eu conseguia dizer era ‘Oh Meu Deus’, repetidamente. Reparámos, de imediato, que ele era um cão feliz e super meigo. Decidimos que o queríamos adotar. Eu sabia que podíamos ajudá-lo. Não dissemos nada às crianças e quando a nossa filha entrou em casa, ao chegar da escola, perguntou: ‘O que é isto?’”, diz Heidi, em declarações ao site The Dodo.

Quando o casal adotou o grande Shiloh, ele pesava nada mais, nada menos que 66 kgs, quase o dobro daquilo que é suposto um cão daquela raça e daquela idade pesar. Era tão pesado que mover-se parecia uma tarefa quase impossível. Tinha de fazer cerca de 15 pausas sempre que queria dar um passeio, mal cabia na traseira da carrinha da família e não conseguia levantar-se do sofá sem ajuda.

Claro que Shiloh insistia em ser um cão que adorava sentar-se em cima dos seus donos e dormir grandes sestas com eles, pelo que perder peso se tornava urgente, não fosse esmagar alguém por acidente…!

Desde a adoção à perda de peso, tudo aconteceu muito rápido. Heidei pesquisou e traçou um plano rápido para que Shiloh perdesse peso de forma eficaz e salutar. Shiloh começou a frequentar o veterinário mensalmente e todos estavam empenhados em ajudá-lo a alcançar o peso ideal para que pudesse viver a vida em pleno.

“Ele adotou uma dieta muito rigorosa, em que comia apenas duas colheres por dia. Nós complementávamos a sua comida com feijão verde e abóbora e nada de guloseimas. E eu dava-lhe, ainda, uns complementos, porque ser assim tão pesado fez com que começasse a ser-lhe difícil suportar o peso…”, explica Heidi ao The Dodo.

A par da alimentação saudável, Shiloh começou, também, a fazer exercício diariamente, a sair duas a três vezes por dia para passeios ao ar livre. No início, os passeios eram muito difíceis, mas, à medida que Shiloh ia perdendo peso, foram-se tornando cada vez mais divertidos.

“Houve uma vez em que, no meio de um cruzamento, ele não se conseguia mexer… assustei-me. Outra vez, estavam uns homens a trabalhar e ele estava parado, sem se conseguir mexer, por uns 20 minutos… No início, pensei, simplesmente, que ele estava a ser teimoso, mas depois percebi que ele não conseguia mexer… Fisicamente, não conseguia mesmo sair dali! Ele ficou rapidamente conhecido no bairro e tinha muitas pessoas a torcerem pela sua perda de peso!

Dois meses depois de estar a viver com a sua nova família, Shiloh já tinha perdido cerca de 9 kgs. Mesmo assim, faltava perder um pouco mais… Sempre que o levavam à rua, havia quem perguntasse o que se passava com ele, por ser um cão tão grande.

“Quando o trouxemos para casa, era demais! As pessoas paravam, literalmente, riam-se, faziam perguntas… Chegavam até a perguntar qual era a raça (porque não parecia um Labrador normal) Sentia sempre a necessidade de justificar que tínhamos acabado de o adotar e que estávamos a tentar que perdesse algum peso. Não era algo agradável de se ver… Mas ele fazia e faz sempre amigos por onde quer que passe.

A perda total de peso pretendida demorou 10 meses a ser alcançada. Demorou, mas foi algo que valeu bem a pena, tanto para Shiloh, como para toda a família! Hoje, Shiloh pesa 38 kg – 27 kg menos do que pesava quando chegou.
Agora, Shiloh tem toda a energia do mundo e não tem qualquer problema em mover-se de um lado para o outro.

Consegue dar passeios de 2 km, sem qualquer pausa, adora correr na praia e é um cão ativo e mais feliz do nunca! Tudo, por causa do amor desta família!

COMENTÁRIOS

To Top