Segue-nos
PUBLICIDADE

Animais

Esta caixa esteve num aeroporto 7 dias, até que alguém decidiu abrir

PUBLICIDADE

Publicado

em

Uma caixa de madeira, sem qualquer tipo de identificação, e com apenas 16 cm de altura e com alguns buracos, foi deixada no Aeroporto de Beirute, no Líbano, durante 7 dias, até que finalmente alguém resolveu abri-la.

PUBLICIDADE

Dentro da caixa estavam 3 crias de Tigre da Sibéria, cobertas de urina e fezes e acompanhadas por centenas de larvas.

Durante dias, estas crias de apenas 4 meses, que estavam desidratadas, com fome, e não puderam colocar-se de pé.

«Nada indicava que a caixa continha tigres ou outro animal qualquer, e não há detalhes de envio ou recebimento da mesma,» escreveu o grupo de resgate Animals Lebanon (AL).

PUBLICIDADE

As crias saíram do Jardim Zoologico Nikolaev, da Ucrania e seguiam para o Zoo Samer Al-Husainawi, em Damasco na Síria, quando ficaram retidas em Beirute. O grupo de resgate conseguiu no entanto através de um juiz que os animais fossem soltos.

«Quando finalmente os tirámos da caixa, vimos que a mesma tinha dezenas e dezenas de larvas a rastejar. As larvas estavam inclusivamente espalhadas por todo o corpo destes animais,» disse Jason Lier, director executivo da AL, à ABC News.

PUBLICIDADE

O juiz vendo que os animais morreriam nestas terríveis condições, permitiu que os mesmos fossem transferidos para as Instalações da AL, para tratamento. Esta organização tem agora a seu cargo estas crias, e esperam que o juiz permita que os animais sejam confiscados devido ao mau tratamento que tiveram ,e que sejam enviados para um santuário animal.

O grupo já formalizou este pedido ao juiz. Infelizmente estas crias foram as últimas a ser retiradas à sua mãe, neste Zoo Ucraniano, e com elas, e com a sua história, podemos espreitar para o triste destino deste animais exóticos que continuam a ser traficados, para proveito de pessoas sem escrúpulos.

«Desde 2012, a mãe destas simpáticas criaturas, já deu à luz a 12 criais,» disse Mier ao The Dodo. «As outras nove foram todas vendidas a compradores privados e anónimos.» As três crias em questão já receberam brinquedos e um espaço para brincar, à medida que recuperam da sua horrível jornada.

As crias ainda não estão livres de perigo, já que as mesmas podem ser novamente enviadas para a Ucrânia, ou para o Jardim Zoológico na Síria.

PUBLICIDADE

«Grandes felinos podem valer milhares e milhares de dólares no mercado negro. O dono está a lutar para os ter de volta, e nós estamos a lutar pelos tigres,» escreveu o AL. Para ajudares a Organização AL a lutar pelos direitos de animais como estas crias, podes fazer o teu donativo.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING