Segue-nos
PUBLICIDADE

Animais

Esta cadela tem que comer numa “cadeira de bebé”, e as fotografias são adoráveis

PUBLICIDADE

Esta cadela tem uma condição de saúde especial, e que a obriga a sentar-se numa cadeira alta, e a arrotar, como se faz aos bebés…

Publicado

em

Este cão tem uma condição de saúde especial que o obriga a sentar-se numa cadeira alta, e a arrotar, como se faz aos bebés…

PUBLICIDADE

Como qualquer pessoa que tem um cão sabe, fazemos de tudo para que os nossos amigos de quatro patas estejam bem, certo?

É, precisamente, esse o caso da família Sullivan e da seu labradora preta, Tink, que podes seguir no Instagram.

Quando a família de Grand Rapids, no Michigan, Estados Unidos, trouxe Tink para casa numa imaginariam que o bebe que tinham entre mãos não seria um cão normal. Mas rapidamente se tornou óbvio que havia um problema com Tink.

“Uma semana depois de a termos trazido para casa, fomos com ela às urgências por estar a vomitar sem parar… Aí percebemos que se passava algo! Às 2h da manhã recebemos informação de que o estado dela não era promissor e uma conta abismal de custos médicos, pelos exames que estava a fazer!

PUBLICIDADE

Entretanto, o dono, Tom , criou uma página de GoFundMe, onde escreveu: “Os raio-x mostraram que a Tink tem um esófago alargado, que não permite levar a comida até ao estômago.”

Os veterinários diagnosticaram, entretanto, Tink com Megaesófago, que surge quando os músculos do esófago se tornam flácidos e deixam de conseguir fazer o movimento peristáltico (movimento que faz com que os alimentos sejam transportados) de maneira a levar os alimentos até ao estômago.

PUBLICIDADE

Se a comida permanecer onde está, vai provocar vómitos e, por consequência, mal-nutrição.

Mas os Sullivan não estavam dispostos a desistir de Tink e investiram numa bailey chair, que é, basicamente, uma cadeira alta que permite que, por estar, a gravidade ajude Tink a levar a comida até ao estômago.

Depois de comer, a família ajuda a pequena cadela a arrotar, como se faz aos bebes, e fazem uma pequena massagem na garganta para se certificarem que a comida desce.

PUBLICIDADE

Apesar de Tink ser, nitidamente, mais magra do que maior parte dos Labradores, é uma cadela feliz que adora a sua família! E, claro, cuja família a adora, também!

Partilha esta bonita história!

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para pedrolopes@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING