Segue-nos

Animais

Depois do passeio devemos SEMPRE verificar a boca dos cães, por uma razão simples

Publicado

em

No verão todos gostamos de passear no campo, ou no jardim, com os nossos animais de estimação. O contacto com a natureza é excelente para os animais, e o passeio diário é o momento mais ambicionado por muitos dos nossos amigos patudos.

Uma das coisas que mais preocupa os donos de cães são as carraças. Depois de um tempo na rua, todos nós verificamos os nossos caninos para nos certificarmos que eles não apanharam nenhum destes parasitas.

Pixabay

As carraças podem deixar-nos muito doentes, tanto a nós, quanto aos nossos amiguinhos.

É importante fazer a pesquisa, e perceber se há, ou não, carraças em todas as zonas do corpo, até mesmo por baixo da cauda, e em volta das suas áreas “íntimas”.

No entanto, existe uma zona que a maioria dos donos de cães, nunca se lembram de verificar: a boca.

A página do Facebook Homestead & Survival publicou uma fotografia que viralizou, e por uma boa razão.

“A maioria das pessoas nem sequer olha para a boca do cão ou do gato, para ver se há algum problema.
Com a temporada das carraças, muitos de nós se acostumaram a verificar os animais de estimação da cabeça aos pés.
Um dos últimos lugares que jamais pensam em verificar (além de sob suas caudas) é dentro das suas bocas.”

O American Kennel Club explica que a melhor maneira de remover uma carraça, é usando pinças de ponta fina. Depois de localizar a carraça, segure-o o mais próximo possível da pele. Em seguida, puxe suavemente usando a pinça, diretamente para cima, e para longe de onde o carrapato estava preso.

Se tu ou teu patudo não estiverem confortáveis com isto, o melhor é fazer uma visita ao veterinário. O American Kennel Club também explica que nunca devemos remover uma carrça com os dedos.Não só não vai funcionar, como também pode libertar mais material infeccioso.

Fonte: Histórias com Valor

.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING