Segue-nos

Realeza

“Diana era uma princesa que precisava de atenção mediática, principalmente depois da separação”

O mediatismo terá ditado o fim do romance de Lady Di com o médico Hasnat Khan.

Publicado

em

Por

“Diana era uma princesa que precisava de atenção mediática, principalmente depois da separação”
Reprodução redes sociais

O romance da princesa Diana com o médico Hasnat Khan fica recordado como um dos mais intensos da sua vida. Na opinião da jornalista Beatriz Cavaca, a primeira convidada da nova temporada de ‘Royal Scandalzinhos’, o cirurgião ofereceu o “compromisso” que princesa do povo “precisava”. Por outro lado, não ficou seduzido pela exposição mediática, o que acabou por ditar um fim da relação.

“Ele não era uma pessoa mediática. Diana era uma princesa que precisava muito de atenção mediática, principalmente depois de se separar do Carlos. Ele era o príncipe de Gales e teria sempre atenção. Ela teria de captar a atenção dos média”, defende.

E continuou: “Ela era uma pessoa mediática não só porque lhe davam atenção, mas porque ela própria chamava a atenção. Pela forma como se vestida, pela forma como aparecia em público, pela forma forma como falava, as próprias causas”.

No mesmo episódio, Beatriz Cavaca comenta o caso extraconjugal que Diana viveu com um dos seus seguranças e que terá acontecido antes de Carlos III ter reatado com Camilla Parker Bowles.

Ouça a conversa na íntegra abaixo.

TRENDING