Segue-nos

Famosos

Daniela Ruah deixa mensagem às colegas: “Aprendi muito ao observar a vossa perícia na apresentação”

Depois de apresentar o Festival da Eurovisão da Canção ao lado das apresentadoras da RTP, Daniela Ruah não lhe poupa agradecimentos e elogios…

Publicado

em

Daniela Ruah/Instagram

O Festival da Canção da Eurovisão já terminou, e agora é tempo de agradecimentos.

Daniela Ruah foi uma das apresentadoras do espetáculo, juntamente com as três apresentadoras Catarina Furtado, Sílvia Alberto e Filomena Cautela.

Na sua página de Instagram, a atriz escreveu um longo texto onde agradece a todos os quantos fizeram parte do seu percurso nesta aventura:

“Preciso de deixar um agradecimento… Não. Preciso de escrever uma carta de amor à família que é a #Eurovisão. Daqueles que montaram o palco e penduraram as luzes, até aos que estão a desmontar tudo agora“, começou por dizer.

Entre a equipa, o catering, os escritores, a sua agência, ninguém foi deixado de parte e, no final, Daniela não podia deixar em de escrever umas palavras especiais às suas companheiras de apresentação:

“Ás minhas 3 co-apresentadores, foi aqui estabelecida uma ligação para a vida. Podemos ficar meses sem nos vermos e não falar todos os dias como temos estado a fazer, mas fizemos parte da História do entretenimento em Portugal e os nossos nomes estarão ligados para todo o sempre cada vez que se mencionar a Eurovisão” e afirma que só tem a agradecer por tudo o que aprendeu com elas: “Aprendi muito ao observar a vossa graciosidade, o vosso apoio e perícia na apresentação”.

A atriz termina, também, com um ‘obrigada’ aos fãs:

“E aos fãs que caminharam, conduziram ou voaram até Lisboa, OBRIGADA por terem rebentado com tudo!”.

I need to leave a thank you note… No. I need to write a love letter to the entire @Eurovision family. From those who built the stage and put up the lights, to those who are now taking it all down. To the camera crew, sound crew, lighting crew, producers, directors, assistant directors, production assistants, dancers, caterers, volunteer staff, guys who are sweeping up, security staff, policemen & women (hidden and in plain sight), THANK YOU for everything you brought to the table everyday. @Rtppt and #EBU, you brought together a phenomenal team of both portuguese and foreign members, thank you for welcoming me into the family. @gmadail thank you for your tireless work and coordination ♥ Carla Bugalho you were the voice from above, in our ears every step of the way, a sacred guide who kept cool at every sudden turn. I am forever grateful for you! To our writers @Lucypepper, Pedro, Diogo and @Ngalopim; Your creativity within strict parameters and your ability to incorporate your host’s individual personalities in the script, were tough and admirable. Our table reads were unforgettable, we worried, we laughed, we laughed harder and we focussed. @Andreiasgeraldo your patience deserves an applause. Thank you for coordinating 4 women so gracefully, even when you had a fever and kept running around like a mad woman… nothing you did went unnoticed. To my glam team, @anahipolitomagalhaes @paulomacareno @miguelvianaa @joanamoreira_makeup e @joaogasppar THANK YOU! You all did so much more than was ever asked of you… @naughtyboys_pt e @vanessaveloso if it wasn’t for you I would have watched Eurovision from home… thank you for the magic I got to be a part of. To my 3 co-hosts & friends… a life long bond was established here. We may not see each other for months or even speak everyday as we have been, but we were part of making entertainment History in Portugal and our names will forever appear together anytime Eurovision is mentioned. I learned so much simply by observing your grace, support and skill. And to the fans who walked, drove or flew into Lisbon, THANK YOU for lighting up the house! 📸 @louiethain @joaoporfirio @goncaloasilva (Tradução PT nos comentários)

Uma publicação partilhada por Daniela Ruah (@danielaruah) a

Também na sua página de Instagram, Daniela felicitou a intérprete do Israel, país vencedor desta edição de 2018:

“Congrats @nettabarzi you lit the house on fire! @eurovision is doooone!” (Parabéns @nettabarzi deixaste a casa ao rubro! @eurovision está feitoo!), escreveu.

Congrats @nettabarzi you lit the house on fire! @eurovision is doooone!

Uma publicação partilhada por Daniela Ruah (@danielaruah) a

Famosos

Rui Maria Pêgo: “Ninguém pode ser convertido em nada. Somos o que somos.”

O filho de Júlia Pinheiro esteve no programa “5 Para a Meia Noite” e respondeu abertamente as todas as questões que lhe foram feitas…

Publicado

em

Mafalda Veiga/Instagram

Esta quinta-feira, 17 de Janeiro, foi para o ar mais um “5 para a meia noite”, na RTP1.

Rui Maria Pêgo foi um dos convidados do programa e esteve na rubrica “Pressão no Ar”, que consiste num conjunto de perguntas ao entrevistado.

Assim, e confrontado com a questão: “Quais as três pessoas em Portugal que gostavas que calassem mesmo a boca?”, o filho de Júlia Pinheiro respondeu de imediato:

“Maria José Vilaça [a psicóloga que defende que a homossexualidade é uma doença] (…) Maria Leal e tenho uma péssima, não vou dizer”, começou por dizer, atirando de seguida o terceiro nome: “Mafalda Veiga”, confessando: “Mas é porque eu não gosto muito da música mas há pessoas que gostam muito”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

A julgar pelo sorriso, concluímos que o @ruimariapego queria mesmo vir à #pressãonoar! 😀 #5meianoite #rtp

Uma publicação partilhada por 5 Para a Meia-Noite (@5meianoite) a

Mais à frente, e ‘pegando’ na primeira resposta dada pelo animador de rádio, Inês Lopes Gonçalves questiona: “O que é que tu dirias a Maria José Vilaça?”, ao que Rui Maria Pêgo responde:

“Eu diria que… Acho que o grande problema de Maria José Vilaça é não ter experimentado nada que a fizesse realmente feliz. Aliás, há lá um momento em que ela diz, numa entrevista,«podia ter me acontecido a mim, eu estive perto de que me acontecesse». Se calhar podia ir passar umas férias com umas amigas, para animar, não é? ‘Vai Vilaça que é mesmo tua’”.

Num tom mais sério, o filho de Júlia Pinheiro ainda reforçou:

“É gravíssimo que alguém crie um grupo e que venda uma coisa como uma terapia de conversão. Ninguém pode ser convertido em nada. Somos o que somos e não temos se quer que ter dúvidas”.

Vê a entrevista na íntegra aqui:

Continuar a ler

TRENDING