Segue-nos

Entretenimento

Cristina acusada de plágio com a capa da revista de Julho

As rede sociais inundaram-se com comentários de ódio, mas também com muito apoio pela causa e pela coragem de se trazer e mostrar uma realidade da vida e do amor.

Publicado

em

A revista de Cristina Ferreira saiu hoje e tal como esperado, gerou muita polémica.

As rede sociais inundaram-se com comentários de ódio, mas também com muito apoio pela causa e pela coragem de se trazer e mostrar uma realidade da vida e do amor.

Mas de acordo com as revistas  Nova Gente e a TV7Dias houve quem, não julgando o tema nem tão pouco se preocupando com a causa em questão, apenas criticou o facto de Cristina e a sua equipa terem “copiado” a capa da revista americana Time do mês de Abril do ano de 21013, altura que nos EUA os casamento gay foi aprovado.

O artigo de ambas as  revistas nas suas páginas virtuais, alega que “seguidores da empresária já se manifestaram” e justificam com um comentário que alegam ser de uma utilizadora,” “Então o que é usual neste momento é o copy paste…a originalidade é nula…”, escreveu uma enfermeira com uma imagem da revista Time na qual a mãe de Tiago “se inspirou” “, pode ler-se no artigo.

Na verdade as capas e o tema é, praticamente o mesmo.

Não é a primeira vez que a revista é acusada de plágio, quando Rita Pereira fez a capa, nua, a apresentadora e a equipa também foram acusados de plagiar a revista Vogue que fez capa com a modelo brasileira Gisele Bündchen nua quando celebrou os 40 anos da sua publicação e os 20 de carreira da modelo.

Na altura Cristina defendeu a escolha dizendo que sabiam perfeitamente o que estavam a fazer e que teria sido uma “copia” propositada.

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING