Segue-nos

Animais

Cão faminto (preso pelos donos) roeu a pata para se libertar da corrente

Publicado

em

Um casal da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, foi acusado de maltratar um animal depois de o seu vizinho ter alertado as autoridades de que o seu cão, um dogue alemão, tinha mastigado a pata num esforço para se livrar do cabo que o prendia a um poste.

O Departamento de Polícia de Ware Shoals foi chamado à casa de Jessica James e Skylar Craft, no dia 19 de novembro.

“Quando me aproximei da cerca, vi um cão preto muito magro com uma lesão na perna direita traseira. Quando ele se aproximou, pude ver que mais da metade de sua perna já tinha desaparecido ”, disse o oficial no relatório do incidente obtido pela Fox Carolina.

A dona do cão, de 32 anos, disse aos policias que o cachorro – chamado Lúcifer, mas agora chamado de Luke – foi colocado de castigo, depois de ter saltado uma cerca.

Mas a mulher e o seu parceiro de 38 anos tiveram relatos dissonantes sobre o tempo que o cão ficou preso, e há quanto tempo estaria ferido.

Os policias encontraram um poste de metal onde o cachorro estava amarrado, mas não encontraram nenhum sinal de tigelas para comida ou água.

A organização de defesa dos animais “Noahs Ark”, que está a cuidar de Luke, revelou que o cão está “bem”, e tem já uma cirurgia marcada para remover a parte que resta da pata traseira.

“Mantê-lo por mais tempo na esperança de encontrar uma prótese que possa funcionar é muito arriscado”, revelaram num comunicado divulgado no domingo.

“A infecção parece ter invadido o osso, e isso pode custar-lhe a vida.”

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Animais

Video: Jovem sem-abrigo em lágrimas ao reencontrar a sua cadela desaparecida

Publicado

em

Por

Um jovem sem-abrigo ficou em lágrimas depois de se reencontrar com a sua cadela, que estava desaparecida há uma semana.

Lee, 24 anos, que vive em Leeds, Inglaterra, estava numa busca desesperada por Crystal, que desapareceu no dia 15 de janeiro.

O jovem ficou muito feliz em vê-la, quando foi trazida de volta até ele. Lee continuou a chorar enquanto abraçava e acariciava a sua cadela de dois anos de idade, que ele diz ser “tudo o que tem”.

De acordo com Toni Mella Sweeney, do grupo voluntário de Leeds, Helping Hands, Crystal fugiu depois de ela se ter assustado com uma discussão que começou perto dela e de Lee, na passagem subterrânea onde eles estavam a dormir.

Toni explicou ao Metro que contactou uma associação a pedir ajuda, e “eles espalharam cartazes por toda a parte”, disse.

Uma semana mais tarde a cadela, de dois anos, foi encontrada por um pastor.

O reencontro ficou registado em video, e emocionou as redes sociais:

Continuar a ler

TRENDING