Segue-nos

Famosos

Amílcar Matos sobre Cinha Jardim: “Pertence a outro ‘lote’ de gente que aqui no Alentejo mandamos à m***a”

Após declarações “polémicas” de Cinha Jardim, Amílcar Matos reagiu…

Publicado

em

Cinha Jardim/Instagram

Cinha Jardim esteve no Alentejo para a inauguração de uma unidade hoteleira em Mourão, no passado dia 3 de julho.

A socialite foi convidada para estar presente na inauguração do empreendimento “Herdade dos Salgados”, e a rádio Campanário falou com Cinha Jardim a propósito do projeto, e claro, da região do Alentejo.

A também comentadora do “Você na TV” revelou à estação emissora que o empreendimento em Mourão “superou todas as expectativas”, e que é uma unidade hoteleira “lindíssima”.

Na mesma entrevista, Cinha Jardim foi questionada sobre se o Alentejo está “na moda”, e essa resposta acabou por gerar polémica nas redes sociais:

Cinha Jardim respondeu afirmativamente, referindo que isso também se deve ao “aparecimento de pessoas de outras estirpes sociais, televisões e revistas” que promovem “a beleza que no fundo já existia” na região.

As críticas não se fizeram esperar e entre os comentários ao post na página Alentejo.pt é possível ler:

“Deus, quando distribuiu a inteligência, passou-lhe ao lado!”

Amílcar Matos, jornalista correspondente da TVI no Alentejo, decidiu reagir às palavras de Cinha Jardim.

Num artigo de opinião, publicado no site Televisão do Sul, intitulado “A ‘estirpe’ de Cascais no Alentejo”, o pivô começou por escrever:

“Sabemos que elas são vazias de ideias. Despejadas de inteligência. Fúteis em demasia para uma sociedade que já começa a saber parar, escutar e olhar. Vem a propósito da presença infeliz de gente infeliz e de convites infelizes…”, considerou, recordando depois as palavras de Cinha Jardim e todo o episódio envolvente.

Sobre a socialite, Amílcar Matos referiu depois: ” (…) Pertence a outro ‘lote’ de gente que habitualmente aqui no Alentejo mandamos à merda e com as quais qualquer momento de conversa não passa de um momento perdido”, pode ler-se.

O jornalista não foi meigo nas palavras e continuou: “Saiba seu exemplar de ‘estirpe’ que a si a achamos do mais reles e medíocre ao nível de qualquer ser humano”, afirmou.

O profissional de comunicação não se poupou nas críticas a este tipo de “gente”, garantindo que a presença desta para promover o turismo no Alentejo é desnecessária, e terminou:

” (…) Haja respeito pela região e pelos alentejanos. É certo que temos a mesma origem genética da ‘estirpe’ de Cascais mas em momento algum nos confundimos com tal aberração. Orgulho em ser Alentejano”.

Podes ler o texto na íntegra aqui.

De recordar que Cinha Jardim já justificou as suas declarações.

Tenho 21 anos e sou formada em Comunicação. Apaixonada pelos media, acabei o curso e comecei a escrever aqui logo de seguida... Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING