Famosos

Tia de Luciana Abreu defende a sobrinha: “Alcoólica, Ludovina foi viver com um amante (…)encontramos as crianças abandonadas, com fome…”

“fomos encontrar as crianças abandonadas num apartamento com fome…os vizinhos diziam que ela choravam e pediam comida na janela….”

video

Luciana Abreu está em “guerra” com a mãe e a irmã. As declarações na imprensa e acusações são muitas, e de ambas as partes.

Luciana acusa a mãe de ter feito coisas muito graves e que a levaram a expulsa-la da sua vida, já a irmã e a mãe acusam Luciana de ser ingrata e de estar a ser influenciada pela nova amiga que vive com ela. A par de todo este drama junta-se o do pai, que acusa a filha de se ter aproximado de si, apenas para que ele retirasse a queixa em tribunal que fez contra Luciana.

Mas agora surge uma nova personagem a esta “autêntica novela” da vida real, a tia de Luciana Abreu, Ana Paula Costa Real.

A irmã do pai da actriz, em declarações à SIC, na rubrica Jornal Rosa, do programa da manhã, apresentada por Cláudio Ramos, saiu em defesa da sobrinha garantindo que Luciana é e foi uma vitima desde sempre dos pais, “É verdade. Ela sofreu sim violência doméstica. A mãe, as irmãs, ela… Em relação à Luciana, só posso confirmar as psicológicas, porque ela realmente viveu um terror, com pai e mãe a agredirem-se verbalmente, fisicamente”.

Ana Paula confirma  a violência que a mãe de Luciana sofreu por parte do seu irmão, revelando que a terá algumas vezes acolhido em sua casa, mas também lhe atribuiu algumas culpas, garantindo que a mãe da cantora era adultera e que essa era a principal razão das discussões com o marido acabando em agressão, “sempre se falou que a Ludovina seria leviana, adultera, que teria outros relacionamentos extra-conjugais, que foi comprovado, e daí a agressividade do meu irmão que perdia a cabeça, que em nada justifica”.

A cunhada de Ludovina acusa-a ainda de muita culpa de todo o terror que Luciana Abreu e as suas irmãs viveram. Revela que foram abandonadas pela mãe que era viciada em álcool, e que a dada altura da vida terá ido viver com outra pessoa chegando mesmo a abandonar as, ainda, crianças –  “Ludovina também era agressora, nunca defendeu as filhas…era alcooletra …. há uma altura da vida, tinha a Luciana 12,13, 14 anos em que ela vai viver com um amante e também existiram agressões…”

Muitas vezes abandonadas, Luciana e as irmãs, a dada altura pediam comida aos vizinhos, porque passavam fome, “fomos encontrar as crianças abandonadas num apartamento com fome…os vizinhos diziam que ela choravam e pediam comida na janela….”

Ana Paula Costa Real não se fica apenas pelas acusações à ex-cunhada, acusa também o irmão de querer extorquir dinheiro à filha “possivelmente acha que a Luciana está milionária… não compreendo que um pai possa fazer uma coisa destas a uma filha, principalmente um pai que foi realmente agressor, não tem como fugir da verdade”

Vê aqui as declarações de Ana Paula que começa ao minuto 16:53

COMENTÁRIOS

To Top