Segue-nos

Mundo

Vítima do ataque de Orlando morre enquanto protegia o filho dos disparos

Publicado

em

Brenda Lee foi uma das vítimas de Omar Mateen, que matou 49 pessoas e deixou outras 53 feridas numa discoteca nos Estados Unidos.

Soube-se agora que ela enfrentou o atirador, colocando-se à frente do próprio filho para salvá-lo, quando o jovem de 21 anos estava na mira do terrorista.

Frequentadora do Pulse, Brenda Lee Marquez McCool, de 49 anos, mãe de onze filhos, já havia sobrevivido a dois cancros.

Ada Pressley, cunhada da vítima, contou em entrevista ao “New York Daily News” que “Brenda viu o atirador a apontar a arma, e disse ‘baixa-te’ para Isaiah, e colocou-se à frente do filho”.

Era quanto ela amava os filhos: “Se não fosse Brenda, ele teria morrido.”

Khalisha Pressley, filha de Brenda, disse à rNBC News que o irmão vive agora com um sentimento de culpa. “Ele viu a própria mãe a morrer. Ele viu muita gente a morrer. Sente que é culpa dele”.

Uma página no site GoFundMe foi criada para ajudar os filhos de Brenda, que era mãe solteira. Em apenas dois dias, já foram doados mais de 20.000 dólares.

.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos




Recomendamos




COMENTÁRIOS

TRENDING