Segue-nos

Desporto

Video: Como sofreu (e festejou) Ricardinho na bancada depois da lesão

Publicado

em

O capitão da seleção portuguesa de futsal, Ricardinho, foi ontem eleito o melhor jogador do Europeu de 2018, depois da histórica vitória lusa frente à Espanha na final, por 3-2, após prolongamento, juntando este título ao de melhor marcador.

O ala dos espanhóis do Inter Movistar deu vantagem a Portugal na final, logo no primeiro minuto, aumentando para 22 o registo recorde de golos em fases finais, com o sétimo na edição de 2018.

O melhor jogador do mundo em 2010, 2014, 2015, 2016 e 2017 tornou-se no primeiro português a receber este troféu, após o encontro decisivo, no qual foi substituído devido a lesão.

O jornal espanhol Marca, captou os momentos de angústia, e de festa que Ricardinho viveu na bancada, depois de ter saído por lesão.

O momento, fez lembrar o sofrimento de Cristiano Ronaldo, na final do Euro 2016, em Paris, onde também saiu lesionado, e viveu intensamente os momentos ate ao final da partida.

Portugal conquistou pela primeira vez o título de campeão europeu de futsal, em Ljubljana, ao vencer a Espanha por 3-2, após prolongamento, com um golo de Bruno Coelho, de livre direto, aos 50 minutos.

No tempo regulamentar, Ricardinho, logo no primeiro minuto, tinha dado vantagem à equipa das ‘quinas’, Tolrá, aos 19 minutos, e Lin, aos 32, marcado para a seleção espanhola, e Bruno Coelho relegado o encontro para o prolongamento, aos 39.

No último minuto do prolongamento, Bruno Coelho ‘bisou’, na conversão de um livre direto, assegurando o primeiro título de Portugal, que tinha como melhor desempenho na prova o segundo lugar, em 2010, quando perdeu o jogo decisivo frente à Espanha, por 4-2, na Hungria.

.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

Recomendamos




Recomendamos




COMENTÁRIOS

TRENDING