Animais

Veterinário revela o que “procuram” os cães nos “momentos finais”

Há poucos pensamentos tão maus quanto imaginar o nosso animal de estimação num cenário em que estão vulneráveis, com medo e sozinhos.

Gostaríamos de pensar que os nossos animais de estimação sabem que são amados sempre, e que sabem que faremos o que for necessário para protegê-los, e fazê-los sentir seguros.

Mas de acordo com um post que recentemente se tornou viral, há um momento em particular em que os humanos falham.

Em julho, uma mulher chamada Jessi Dietrich escreveu no Twitter:

Perguntei ao meu veterinário qual era a parte mais difícil do seu trabalho, e ele disse que quando ele tem que abater um animal, 90% dos donos não querem estar na sala quando ele os injeta. Os últimos momentos do animal são passados geralmente à procura do seus donos”.

Em resposta, o Hillcrest Veterinary Hospital – uma clínica para animais em KwaZulu-Natal, África do Sul – partilhou um sentimento semelhante em agosto.

O post, assinado por um “veterinário de coração partido e cansado”, tinha uma mensagem para os donos de animais de estimação quando chega a hora de “levar o seu animal ao veterinário para um final sem dor”.

“Eu imploro que você não os deixem. Não os façam passar da vida para a morte num quarto cheio de estranhos, e num lugar que eles não gostam. A coisa que as pessoas precisam de saber, e que a maioria de vocês não sabe, é que ELES PROCURAM POR VOCÊS QUANDO VOCÊS OS DEIXAM ALI !!!!!”

“Eles procuram em todos os rostos na sala pela sua pessoa amada. Eles não entendem por que você os deixou quando estão doentes, com medo, velhos ou morrendo de cancro, e eles precisam do vosso conforto.”

“Para muitos, a decisão de ficar ou partir é tomada no meio da sua própria angústia e tristeza, quando a ideia de ver o animal de estimação ser colocado a dormir para sempre é simplesmente demais.”

Em resposta ao post viral, milhares de veterinários, trabalhadores de abrigos e donos de animais testemunharam a triste realidade de como os animais de estimação procuram os seus entes queridos antes de “partirem”.

COMENTÁRIOS

To Top