Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Vanessa Martins deixa recado a quem lhe envia produtos sem a consultar: “Não vão ter destaque aqui”

Vanessa Martins pede para não encherem o seu escritório de encomendas, e não lhe cobrarem publicidade que não é obrigada a fazer…

Publicado

em

Por

Vanessa Martins deixa recado a quem lhe envia produtos sem a consultar: “Não vão ter destaque aqui”
Vanessa Martins / Instagram

Vanessa Martins fez um desabafo nas redes sociais sobre o facto de ser constantemente inundada com o envio de produtos de diversas marcas, que procuram a todo o custo uma menção da sua parte.

Há muito que a empresária iniciou a sua carreira de influencer nas redes sociais, e hoje detém uma revista, a Frederica , um site com loja digital e, mais recentemente, a sua agência digital.

PUBLICIDADE

Apesar do muito trabalho que tem com todos estes negócios, a verdade é que Vanessa Martins não deixou de parte aquilo com que começou a sua actividade e a fez crescer, ser uma influencer e continuar a aconselhar determinados produtos e marcas a quem a segue.

São muitos os produtos que aconselha e também muitas as novas marcas, principalmente portuguesas, a que dá destaque mas desengane-se quem pensa que o faz apenas porque sim:

PUBLICIDADE

“Eu sempre ajudo e sempre ajudei as pequenas marcas a terem aqui um pequeno tempo de antena no meu instagram que eu sei que isso impulsiona as vendas, sem que isso impulsiona o alcance… mais seguidores e tudo mais.”, começa por assegurar.

Em vários vídeos partilhados nos stories da sua página de instagram, Vanessa Martins fez um desabafo onde apelou a quem lhe envia produtos sem falar consigo primeiro que o deixe de fazer, porque não os irá publicitar: “Todas as marcas que me enviarem coisa sem o meu consentimento, sem me perguntarem se gosto ou se não gosto, não vão ter qualquer tipo de destaque aqui no instagram, não faz sentido.”

Explica a influencer que chega a ser desrespeitoso e um verdadeiro desperdício o que recebe por parte de muitas marcas, que apenas enviam sem falar consigo primeiro e que lhe cobram publicidade ao produto:

“O que acontece é que conseguem a morada aqui do escritório para envio uma primeira vez e depois enviam de forma espontânea porque acham que é a minha cara que eu vou gostar imenso.. e chega a ser … a criar ansiedade da quantidade de coisas que me enviam que eu nem gosto, que eu não preciso. Que para mim é desperdício e para vocês também porque estão a gastar dinheiro com o envio com a peça, e acho que é tão simpático quando vocês querem oferecer alguma coisa perguntarem se a pessoa gosta.”, explica.

Vanessa Martins  lamenta a situação e deixa o aviso de que não vale a pena encherem o seu escritório de encomendas e, muito menos, cobrarem algo que não se prontificou a fazer: “Não faz sentido, porque a mim cria-me uma ansiedade enorme, porque depois vocês cobram-me se eu posso fazer stories, se eu gostei, se podem enviar mais, e eu sou só uma deste lado são imensas mensagens, é descontrolado…”, explica.

Garante que irá continuar a apoiar o que considera fazer sentido para si e que lhe interessa propondo ainda um acordo com as marcas para falarem consigo primeiro e tentarem perceber se os seus produtos são do seu agrado ou não:

“Vou continuar a apoiar pequenas marcas, marcas nacionais, sempre, mas vamos chegar aqui a um acordo, ok, isto tem que ser bom para as duas partes. Não façam isso não é fixe enviarem coisas que o pessoal não pede…e depois vocês não vão ter o retorno que querem…”

Veja o apelo de Vanessa Martins aqui:

TRENDING