Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Tony Carreira ‘abre o coração’ e fala sobre relação com Fernanda Antunes: “A ida da Sara uniu-nos…”

PUBLICIDADE

À conversa com Manuel Luís Goucha, Tony Carreira reagiu ainda aos rumores sobre a sua atual relação…

Publicado

em

Reproduções | Redes sociais

Tony Carreira concedeu a primeira entrevista após a morte da filha, Sara Carreira, que partiu no passado dia 5 de dezembro, vítima de um aparatoso acidente de viação.

PUBLICIDADE

Manuel Luís Goucha foi o condutor da conversa, emotiva, onde o cantor não só recordou a “mulher da sua vida” como também admitiu como reagiu, nos primeiros tempos, à notícia.

Leia aqui: Tony Carreira revela que ‘morreu por dentro’: “Tive muita raiva, bebi muito…

No entanto, durante a entrevista, Tony Carreira também decidiu desmentir algumas notícias que foram veiculadas na imprensa, nomeadamente sobre a sua alegada reconciliação com Fernanda Antunes, ex-companheira e mãe dos seus filhos:

“A ida da Sara uniu-nos. Já éramos muito unidos, sempre fomos. Se há questão que sempre fizemos foi na separação, ainda hoje somos uma família, eternamente uma família. E a ida da Sara, o que fez acontecer em nós foi que era muito importante estarmos juntos”, começou por desabafar.

PUBLICIDADE

Tony Carreira admitiu que ambos são o apoio um do outro e ainda que serão “eternamente amigos”:

“Não há dia em que ou almoçamos ou jantamos, os nossos escritórios são perto um do outro, e é muito importante para nós estar juntos, é vital estarmos juntos os quatro. Porque se eu sinto que a Fernanda não está bem, eu se não estiver bem tenho que a ajudar. Se eu não estiver bem, ela tem que me ajudar. Falamos dos filhos, é importante e, para nós, é vital estar juntos. A Fernanda vive na casa dela, eu vivo na minha, eu tenho a minha vida, ela tem a vida dela, mas eternamente amigos até à morte e isso podem escrever o que quiserem”.

PUBLICIDADE

O músico aproveitou também para desmentir os rumores de que estaria separado de Ângela Rocha:

O meu coração está ocupado, está. Podem escrever o que quiserem, isso podem escrever o que quiserem. Acho lamentável que o façam, principalmente neste momento. Isso não é respeitar a dor, não há dor pior do que esta, do que perder um filho para quem é pai como eu sou. Não têm o direito de magoar, porque magoam…, admitiu.

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

TRENDING