Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Sousa Martins e a infeção por Covid-19: “Nunca na vida me senti tão doente…”

PUBLICIDADE

Sousa Martins esteve infetado com a Covid-19 e falou sobre esse período no programa ‘Segunda Vaga’ da TVI24…

Publicado

em

Por

TVI24/Site

Esta segunda-feira, dia 26 de outubro, Joaquim Sousa Martins esteve presente na estreia do programa ‘Segunda Vaga’ da TVI24, que é inteiramente dedicado a falar sobre o vírus Covid-19. O jornalista partilhou os dias de sofrimento após descobrir que estava infetado com o vírus.

PUBLICIDADE

Faz hoje quatro semanas que acordei com a cabeça pesada, nariz entupido, e eu tenho sinusite, portanto, ao primeiro dia não dei grande importância a esse sintoma que tenho há mais de 20 anos“, começou por dizer.

Ao segundo dia, na terça-feira, caí de cansaço no sofá, este foi um sintoma que a sinusite não traz. E em casa, resolvemos fazer de imediato o teste, na quarta-feira, porque acima de tudo temos duas crianças em casa, temos mais velhos na nossa vida e temos os nossos companheiros e colegas de trabalho. Portanto, tínhamos que proteger toda essa comunidade. Eu dei positivo e a minha mulher deu negativo. Entrei imediatamente em confinamento e os meus dias foram relativamente fáceis. Diria que de quinta-feira até domingo foram dias fáceis“, recordou.

De seguida, Sousa Martins detalhou os períodos difíceis que viveu nos dias seguintes: “Sentia uma quebra física, muito cansaço em qualquer coisa que fazia… Não é o fim do mundo, mas é algo complicado porque nunca na vida me senti tão doente. Para tentar explicar aquilo que senti, junto uma gripe a uma intoxicação alimentar“, detalhou.

Apesar de a sua mulher ter tido um primeiro teste negativo, acabou por repetir o teste um dia depois e aí já deu positivo. Sousa Martins revela que, apesar dos dois estarem infetados, as duas crianças ficaram protegidas: “Conseguimos, acima de tudo, proteger duas crianças que temos em casa. Testaram negativo as duas vezes. Mantivemos uma política bastante rigorosa de isolamento… As crianças estavam num andar e nós estávamos noutro. Elas só iam à cozinha para as refeições e subiam imediatamente. Nós nunca dormimos no mesmo piso que as crianças. Durante 15 dias não nos vimos“, acrescentou.

PUBLICIDADE

Por último, o jornalista sensibilizou os portugueses para se protegerem e utilizarem a máscara: “Peço as pessoas para terem cuidado é com a máscara. Eu tiro a máscara e meto-a no bolso, se calhar, comportamento errado, pode ter sido por aí, não faço a mínima ideia. Mas, de facto, não pequei muito nos últimos dias antes de testar positivo, não pequei, e o que é certo é que aconteceu“, concluiu.

Veja a conversa na íntegra aqui.

COMENTÁRIOS

TRENDING