Segue-nos

Vida

Sofreu de bullying toda a vida por causa do peso, e morreu em cirurgia para reduzir o estomago

Publicado

em

Os padrões de “beleza” fizeram mais uma vítima. Num post emocionado publicado no Facebook, Mayara Rodrigues conta o que aconteceu à sua irmã Amanda, de 19 anos, que morreu depois de se submeter a uma cirurgia bariátrica, que tem como objetivo reduzir o peso de pessoas com o IMC muito elevado.

Depois de passar grande parte da vida a sofrer de bullying por causa do seu excesso de peso, a jovem dedidiu fazer uma operação de redução de estômago no dia 17 de janeiro no Hospital Dr. Beda, em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro.

“Tentámos de tudo com Amanda: médicos, dietas, remédios, atividades físicas. Nada foi capaz de conter o peso dela. O peso dela nunca estabilizou, ela engordava cada vez mais. Optamos pela cirurgia, depois de pensar muito e chegamos à conclusão de que essa era a única saída”, explicou Mayara.

O responsável pela cirurgia foi o Dr. Gustavo Cunha Rodrigues, a quem Mayara acusa de ter cometido erro médico.

Amanda faleceu de embolia pulmonar, causada por coágulos de sangue vindos das pernas, 11 dias após a operação.

Amanda estava radiante com a possibilidade de emagrecer, e finalmente ser aceite pelas pessoas: “Ela estava tão feliz, tão feliz.. ‘Vou ficar bonita, as pessoas vão gostar de mim, esse sofrimento vai acabar, vou vestir 38″.

Publicado no dia 31 de janeiro, o post de Mayara viralizou no Facebook, e até ao momento recebeu mais de 200 mil reações e 60 mil partilhas.

Que o exemplo de Amanda sirva de alerta para que as pessoas se libertem de padrões inalcançáveis de beleza.

h/t: Hypeness

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING