Segue-nos
PUBLICIDADE

Mundo

Sobrevivente do holocausto de 103 anos reencontra sobrinho, quando pensava que já não tinha família

PUBLICIDADE

Publicado

em

Por

O Holocausto foi um dos períodos mais negros da História. Estima-se que tenham sido mais de 6 milhões os judeus mortos. E cada judeu morto tem uma história.

PUBLICIDADE

O projeto Shoah Victims’ Names Recovery tem um objetivo muito nobre: relembrar, precisamente, a história de cada judeu assassinado. E foi por causa deste mesmo projeto que um dos judeus conseguiu reencontrar-se, de novo, com a sua família, depois de ter perdido toda a esperança de os encontrar vivos…

O projeto, que trata cada um dos judeus como um ser humano e não apenas como um número, contém informações biográficas sobre cada indivíduo, que são armazenadas num banco de dados, assim como as suas histórias.

Recentemente, o projeto ofereceu a dois irmãos, Eliahu e Volf Pietruszka, muito mais do que o conhecimento biográfico: uma família!

PUBLICIDADE

Enquanto estavam a preencher a base de dados, a equipa da ‘Shoah Victims’ Names Recovery’ viu a sua história, mas havia algumas informações contraditórias. As declarações dadas por Volf referiam que o seu irmão estava morto… Mas não era essa a informação que a base de dados contemplava!

Na verdade, Eliahu tinha sobrevivido ao Holocausto! No início da Segunda Guerra Mundial, ele conseguiu fugir apenas com 24 anos, mas nunca mais viu os seus irmãos gêmeos, Volf e Zelig, nem seu pais… Também o próprio Eliahu pensava que todos tinham morrido nos campos de concentração.

PUBLICIDADE

Os pais e Zelig tinha, de facto, morrido, mas Eliahu conseguiu fugir, casando-se e mudando-se para Israel em 1949. Hoje, com 102 anos, a viver num lar de idosos, recebeu a melhor notícia que algum dia poderia pensar: foi contactado pela equipa do projeto ‘Shoah Victims’ Names Recovery’, para que se reunisse com o seu irmão!

Infelizmente, Volf faleceu em 2011, pelo que não teve oportunidade de conhecer o irmão. Contudo, Eliahu não deixou de conhecer a família. O único filho de Volf, Alexandre de 66 anos, queria conhecer o seu tio pela primeira vez. Alexandre deslocou-se da Rússia até Israel para conhecer Eliahu, em sua casa.

O vídeo do encontro dos dois foi filmado e divulgado na internet, tornando-se, rapidamente, viral. “Isto deixa-me tão feliz, ter conhecido, pelo menos, um descendente do meu irmão, o filho dele. Depois de tantos anos, deram-me o privilégio de o encontrar!”, refere Eliahu no vídeo.

Partilha esta história e homenageia, assim, as vítimas do Holocausto!

PUBLICIDADE

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING