Segue-nos

Mundo

Sem-abrigo vão ter acesso grátis a máquinas de venda automática em Nova Iorque

Uma “casa” aberta, 24 horas por dia, 7 dias por semana, onde as pessoas podem ir buscar comida, roupas e outros materiais básicos…

Publicado

em

Sem-abrigo vão ter acesso grátis a máquinas de venda automática em Nova Iorque

Pessoas sem-abrigo na cidade de Nova Iorque vão as primeiras nos Estados Unidos a ter acesso grátis a máquinas de venda automática, que vão distribuir alimentos, meias, shampô, livros e muito mais.

O projeto começou em janeiro em Nottingham, em Inglaterra, pela mão de Huzaifah Khaled, fundador da associação de caridade britânica Action Hunger.

Khaled juntou-se a Robin Young da Here & Now para discutir a iniciativa, como conta a NPR.

Em entrevista ao site, o responsável conta como surgiu esta ideia:

“Eu estava a estudar para o meu doutoramento na Universidade de Cambridge, mas na época eu estava a morar em Nottingham, que fica a cerca de cem milhas (160Km) de distância. Então, as minhas viagens obrigaram-me a passar muito tempo nos comboios e nas estações, e estes últimos tendem a ser como ímanes para os sem-abrigo no Reino Unido.

Falei com muitos deles e desenvolvi amizades com vários ao longo do tempo. Isso levou-me a desenvolver uma compreensão das suas necessidades, e percebi, com o tempo, que mesmo o acesso a necessidades básicas, como comida e água, era esporádico e muitas vezes difícil. Percebi que tinha que haver uma maneira mais efetiva de, pelo menos, garantir que as necessidades básicas estejam sempre disponíveis para eles”.

Foi assim que apareceu a ideia de uma máquina de venda automática para pessoas sem-abrigo: uma “casa” aberta 24 horas por dia, 7 dias por semana, onde as pessoas podem ir buscar comida, roupas e outros materiais básicos.

A primeira máquina de venda automática foi colocada há algumas semanas num shopping em Nottingham, repleta de itens como água, frutas fresca, barras energéticas, batatas fritas e sanduiches, bem como meias, pasta de dentes, escovas, e até livros. A máquina foi instalada pela Action Hunger, a instituição de caridade administrada por Khaled.

E como funcionam?

“Vamos instalar máquinas que só são acessíveis com o uso de cartões electrónicos, que permitem que cada pessoa levante até três itens por dia. Esses cartões são “vendidos” exclusivamente através das nossas organizações parceiras, e essas organizações tendem a ser abrigos diurnos, ou centros de divulgação ou outra forma de serviço de assistência aos sem-abrigo”.

Como impedir que alguém limpe toda a máquina?

“Nós conseguimos isso limitando apenas três itens a serem retirados por dia. E o uso do cartão depende de o sem-abrigo ser frequentador de um serviço local de apoio. Então, se uma pessoa não aparecer, digamos, três semanas consecutivas, podemos suspender esse cartão. Nós não queremos que os homens e as mulheres sem-abrigo dependam do nosso serviço. Queremos realmente encorajar e canalizar a atenção para os serviços locais, porque essa é realmente a única maneira para o sem-abrigo ser acompanhado, através do contacto contínuo com abrigos que têm a capacidade de lidar com as causas profundas de estarem na rua”.

Apaixonado por rádio, notícias e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

COMENTÁRIOS

TRENDING