Vida

‘Selfie’ em biquíni salvou a vida de modelo com cancro

Esta jovem modelo, de 21 anos, revelou ao Huffington Post como uma selfie de biquíni lhe salvou a vida, ao permitir um diagnóstico mais rápido de cancro da pele, uma doença da qual sofria, mas que não tinha conhecimento.

A mulher estava a sentir-se desapontada como o resultado das fotografias que estava a tirar a ela própria por ter um sinal na barriga demasiado evidente, que desde sempre detestou.

Foi então aí que Cloe decidiu ir ao médico para perceber se seria ou não possível remover o sinal, por uma questão meramente estética.

Foi então nessa altura que a jovem foi informada de que o sinal era cancerígeno e de que sofria de um melanoma – o cancro de pele mais agressivo. O médico falou ainda na possibilidade de já se ter espalhado para outros órgãos do corpo humano.

“Tenho este sinal na barriga desde que nasci e quando começou a mudar de cor e de forma no verão passado não liguei muito. Mas odiava sempre que vestia um biquíni ou uma lingerie e tirava fotos, porque sentia que quando olhavam para mim só viam o sinal”, revelou a jovem que garante nunca ter sido uma grande frequentadora de solários, apesar de gostar de se bronzear no verão.

Cloe acredita que se não tivesse tirado aquela ‘selfie’ de biquíni não teria descoberto a doença tão cedo. Graças ao diagnóstico precoce, a jovem pôde ser operada e livrar-se do melanoma.

Aguarda agora os resultados para saber se está curada ou se o cancro afetou outras partes do corpo.

COMENTÁRIOS

To Top