Segue-nos
PUBLICIDADE

Mundo

Se tens uma capa para telefone com brilhantes, tem atenção… Podem causar queimaduras!

PUBLICIDADE

Publicado

em

Por

Depois de terem sido noticiados 24 casos de queimaduras, a marca MixBin está a recolher milhares de unidades.
Segundo a US Consumer Product Safety Commission (CPSC), uma associação de defesa do consumidor, o líquido brilhante contido nas capas, em contacto com a pele, pode causar queimaduras desagradáveis.

PUBLICIDADE

Apesar das capas terem sido produzidas pela empresa MixBin, muitas são comercializadas por marcas como Henri Bendel, MixBin, Nordstrom Rack, Victoria’s Secret e Tory Burch. Outras foram vendidas pela Amazon sob o nome da empresa original. O preço, rondaria os 15 e os 65 dólares.

No Twitter, já foram divulgados alguns casos por parte dos consumidores. É assim que uma pessoa se sente quando o líquido da sua capa de iPhone com glitter causa uma queimadura química”, lê-se num deles.

“Durante o dia, senti uma sensação de queimação na minha perna, mas achei que fosse uma alergia à lâmina que uso para me depilar ou algo do género, porque geralmente é isso. Quando cheguei em casa, minha perna estava muito vermelha”, refere Stephanie, outra das consumidoras ao Buzzfeed, depois de publicar a fotografia da queimadura no Twitter. Charming Charlie é o nome da loja onde terá adquirido a capa.

Também Melissa conta ao Buzzfeed que, quando o glitter da sua capa com estrelinhas começou a sair, por estar rasgada, o dedo entrou em contacto com o líquido e começou a doer. “Dei uma olhada na capa do meu telefone e havia líquido a sair pelas rachaduras. O líquido entrou em contacto no meu polegar e, qualquer que fosse a substância, queimou-me.”
Cassy é outra das vítimas. A consumidora terá ouvido rumores de que estas capas fariam mal, mas ignorou. “Não compre uma capinha de celular com glitter a flutuar porque pode rachar e queimar”, escreve no Twitter.

PUBLICIDADE

Cassy teve a capa durante um ano e nada aconteceu. Até que um dia, depois de acordar de uma sesta, tinha o braço queimado. “Algumas horas depois, notei que a queimadura era uma linha reta e estava um pouco inchada. Coloquei meu telefone contra o braço e vi que tinha o mesmo formato da queimadura”, refere ao Buzzfeed, depois de publicar a fotografia no Twitter. Apertou a capa, que começou a vazar. “Cheguei à conclusão de que dormi em cima do telefone, o que fez com que o líquido vazasse no meu braço”, afirma.

A Forever 21 foi o nome da loja onde adquiriu a capa: “lol obrigada à minha capinha de iphone por lesionar e me dar uma queimadura química”, refere ainda outra das consumidoras no Twitter, Courtney. “Na minha última aula, tive que ligar para a minha mãe a pedir para ir para casa porque estava a doer-me muito”, diz Courtney, em declarações ao Buzzfeed.

PUBLICIDADE

A CPSC estima que, pelo menos, 263 mil acessórios tenham sido vendidos entre outubro de 2015 e junho deste ano. A mesma associação refere, ainda, em comunicado que foi registado o caso de uma pessoa, com cicatriz permanente e outra com queimaduras químicas e inchaço na perna, rosto, pescoço, tórax, parte superior do corpo e mãos.

Os clientes que puderem comprovar que compraram a capa da MixBin podem conseguir um reembolso total da empresa. Para que isso seja possível, basta fornecer uma foto de acessório.

Sabe mais aqui.

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING