Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Sara Barros Leitão confirma assédio a Sofia Arruda: “A história é real, sou dela testemunha…”

PUBLICIDADE

No seguimento do relato de Sofia Arruda, Sara Barros Leitão partilhou um longo desabafo no Instagram…

Publicado

em

Reprodução/Redes sociais

No ‘Alta Definição’ do passado sábado, Sofia Arruda revelou que sofreu de assédio sexual enquanto trabalhava nas gravações de uma novela. Sem referir nomes de canais nem de pessoas intervenientes, a atriz recordou as investidas, a forma como lidou com isso e as repercussões que daí adviram: “Nunca mais vais trabalhar aqui“, disseram-lhe na altura.

PUBLICIDADE

O relato deste testemunho viralizou nas redes sociais e várias foram as figuras públicas que reagiram à história. Uma delas foi a atriz e encenadora Sara Barros Leitão, que partilhou um longo e poderoso testemunho e desabafo na rede social Instagram.

Acabei de ver a entrevista e não fiquei surpreendida em nenhum momento. Foste como és: inteira, total, imensa, honesta, generosa. Que sorte tem quem te tem perto. Deixo tudo o que tenho para te dizer para as nossas conversas, que, por força da vida, são cada vez mais espaçadas, mas que nem por isso deixam de ser cheias de sinceridade, sororidade e admiração“, escreveu sobre Sofia Arruda.

Depois de elogiar a atriz, Sara partilhou alguns comentários merecedores de uma reflexão: “Quando uma mulher conta uma experiência como esta, a primeira coisa que devemos fazer é não duvidar dela“, escreveu.

Neste ponto, a encenadora revelou que o autor deste episódio não é, de todo, desconhecido: “Não caiamos na tentação colectiva de pedir que a pessoa diga o nome do agressor. Primeiro: não precisa. A vítima só deve contar até onde estiver preparada para contar. Não é o facto de haver um nome que irá alterar o que aconteceu. Segundo: apesar de o nome não ser público, pelo menos por enquanto, não significa que não se saiba quem é. Como dizer isto de forma clara? Toda a gente no nosso meio sabe quem é. De colegas a equipas, de canais a comunicação social“.

PUBLICIDADE

Depois, ao falar sobre o impacto do Movimento Me Too, que luta precisamente contra todo o tipo de assédio e agressão sexual, a encenadora revelou que é testemunha desta história e que, por isso, pode confirmá-la.

É possível que a entrevista da Sofia ainda não seja o gatilho que vá despoletar o movimento Me Too em Portugal. Mas teremos de chegar lá um dia. A história da Sofia é real, sou dela testemunha. Conheço outras. Conheço muitas. Não desanimemos se ainda não for desta. Acima de tudo, peço-vos para não descredibilizarem qualquer relato que entretanto surja, com o argumento de que ‘vem a reboque’, ou que ‘passou demasiado tempo desde a primeira pessoa a denunciar, porque é que não falou logo?’. Volto a repetir: as pessoas têm o seu tempo e o seu momento“.

Escrevo sobre tudo e em qualquer circunstância. Movo-me pela vontade de contar histórias e adoro escrever sobre a televisão, os reality shows e os famosos, entre muitas outras coisas...

COMENTÁRIOS

TRENDING