Segue-nos

Animais

Estes são os primeiros cães gémeos idênticos do mundo

Publicado

em

O que pode ser melhor do que um cachorro fofinho? Fácil: dois cachorros fofinhos.

Mas há algo muito especial sobre este par de cachorro adoráveis.

Eles são gémeos. Gémeos idênticos, para ser exato. E, francamente, isso faz deles notícia.

Gémeos monozigóticos – isto é, quando um único óvulo fertilizado forma dois embriões separados – é conhecido por ocorrer em apenas um mão-cheia de animais. Mesmo assim, como acontece com os seres humanos, pode ser um fenómeno muito raro – com gémeos idênticos a nascerem apenas 3 em cada 1.000 nascimentos.

Quando se trata de cães, no entanto, os gémeos idênticos são inéditos. Até agora.

Kurt de Cramer, um veterinário na África do Sul, estava realizar uma cesariana numa cadela wolfhound irlandêsa quando ele viu algo que nunca tinha visto antes.

Dois dos cachorros, machos, tinham cordões umbilicais que partilham a mesma placenta, e que, juntamente com outros sinais, deram a entender que eles realmente partilham o mesmo ADN, também.

“Quando percebi que os cachorrros eram do mesmo sexo, e que eles tinham marcas muito semelhantes, eu também imediatamente suspeitei que eles poderiam ser gémeos idênticos, tendo se originado a partir da divisão de um embrião”, disse Cramer à BBC.

Felizmente, ambos nasceram saudáveis, e adoráveis.

Os exames de sangue, mais tarde, confirmaram as suspeitas de Cramer – os cachorros tinham perfis de ADN idênticos.

“Gémeos monozigóticos ainda não tinham sido previamente confirmados em cães”, escreveu um investigador num estudo sobre os resultados.

Embora estes  sejam o primeiro caso confirmado de cães gémeos idênticos, há uma chance de outros existirem por aí.

Apaixonado por rádio e redes sociais, trago-te todos os dias as histórias mais inspiradoras que encontro na web... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para [email protected]

COMENTÁRIOS

Recomendamos




Recomendamos




TRENDING