Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Rui Vilhena recorda projeto com Filipe Duarte: “Há personagens que são inesquecíveis”

PUBLICIDADE

Rui Vilhena, autor da série “Equador”, onde Filipe Duarte participou, elogiou o brilhante trabalho do ator.

Publicado

em

Rui Vilhena/Instagram

Filipe Duarte morreu na passada sexta-feira, 17 de abril, vítima de um enfarte do miocárdio.

PUBLICIDADE

A notícia apanhou família, amigos, fãs e colegas de trabalho completamente desprevenidos e muitas foram as homenagens feitas ao ator, de 46 anos.

Rui Vilhena reagiu na altura, revelando estar “sem palavras” e que “a arte sofreu um grande desfalque”, no entanto hoje, através da sua página de Instagram, quis salientar aquela que foi, para si, uma das personagens mais marcantes de Filipe Duarte.

“Na história da teledramaturgia há personagens que são inesquecíveis. O texto até dá uma ajudinha para que isso aconteça, mas não se iluda, é o ator que a torna memorável, eterna”, começou por escrever na legenda do post que fez, onde partilhou algumas imagens de Filipe Duarte na série da TVI “Equador”.

Lembrou então o “fascinante Luís Bernardo”, personagem interpretada pelo ator, tecendo rasgados elogios ao profissional da ficção:

PUBLICIDADE

“Fico a imaginar o desafio que foi interpretá-lo. Toda a trama girava em torno daquela personagem. Mas os grande atores não têm medo, experimentam, sofrem, procuram, vestem, despem, até que o papel lhes roube a alma apoderando-se de suas vidas”, afirmou, referindo-se ao artista.

No final, o autor de novelas garantiu: “Bem sei que a sua carreira é recheada de personagens cativantes, mas para mim ele será sempre o jovem empresário lisboeta, nomeado pelo Rei para o cargo de governador em São Tomé e Príncipe“.

Vê aqui o post:

View this post on Instagram

Na história da teledramaturgia há personagens que são inesquecíveis. O texto até dá uma ajudinha para que isso aconteça, mas não se iluda, é o ator que a torna memorável, eterna. Quando penso em 'Equador', é impossível não me lembrar do Filipe, do seu fascinante Luís Bernardo. Fico a imaginar o desafio que foi interpretá-lo. Toda a trama girava em torno daquela personagem. Mas os grande atores não têm medo, experimentam, sofrem, procuram, vestem, despem, até que o papel lhes roube a alma apoderando-se de suas vidas. Foi assim com o Filipe (não sei porquê, mas nunca lhe chamei de Pipo), tenho a certeza. Escrevi a série em 2007, os anos passaram e sempre que nos cruzamos a primeira coisa que me vinha a mente era o Luís Bernardo. Bem sei que a sua carreira é recheada de personagens cativantes, mas para mim ele será sempre o jovem empresário lisboeta, nomeado pelo Rei para o cargo de governador em São Tomé e Príncipe.

A post shared by Rui Vilhena (@ruivilhena) on

PUBLICIDADE

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

COMENTÁRIOS

TRENDING