Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Rui Unas perguntou e o público decidiu: “Rabo à mostra no cume do vulcão Acatenango”

PUBLICIDADE

O apresentador mostrou-se feliz com a subida ao vulcão e celebrou da maneira que melhor sabe, com muito humor claro está.

Publicado

em

Por

Rui Unas está na Guatemala para um documentário, e tem partilhado as muitas aventuras que tem vivido.

PUBLICIDADE

Uma das últimas novidades que partilhou com os seus seguidores foi da sua escalada ao cume do vulcão Actenango, onde assistiu à erupção do vulcão activo, e onde se pôs à prova lançando um desafio aos seguidores.

“Quando chegar ao cume ou faço a dança sexy ou mostro o rabo. Escolham…”

Apesar de renhida, a “sondagem” resultou no “rabo ao léu” no cume do monte, com  cinco graus negativos.

O apresentador mostrou-se feliz com a subida ao vulcão e celebrou da maneira que melhor sabe, com muito humor claro está.

PUBLICIDADE

“Concretizei um feito, subir ao cume do Vulcão Acatenango (…) 4 horas e meia de subida num dia, dormida no acampamento base, acordar as 3 e meia no dia seguinte para mais 1 hora e meia de subida íngreme. Resultado: assistir ao nascer do sol a quase 4000 metros de altitude. Uma experiência inesquecível, com uma vista única para o vulcão activo Fogo e um briol de 5 graus negativos. “

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Estou a meio da aventura Guatemala com o apoio da @belandescape que vai resultar num documentário @malucobelezapodcast . Concretizei um feito, subir ao cume do Vulcão Acatenango. (Vou ignorar o facto, de por esta altura, já terem feito zoom para aquilatarem os meus glúteos). 4 horas e meia de subida num dia, dormida no acampamento base, acordar as 3 e meia no dia seguinte para mais 1 hora e meia de subida íngreme. Resultado: assistir ao nascer do sol a quase 4000 metros de altitude. Uma experiência inesquecível, com uma vista única para o vulcão activo Fogo e um briol de 5 graus negativos. (Fizeram zoom só uma vez? Mantiveram os dois dedinhos no ecrã quanto tempo? Não precisam de responder) Façam coisas difíceis malta, molda o carácter e ficam com histórias para contar. Esta, é já minha. Estoy en medio de la aventura Guatemala con el apoyo de @belandescape que va a resultar en un documental @malucobelezapodcast. Concreté un hecho, subir a la cima del Volcán Acatenango. (Voy a ignorar el hecho, de por ahora, haber hecho zoom para aquilatar mis glúteos). 4 horas y media de ascenso en un día, dormido en el campamento base, despertar las 3 y media al día siguiente para más 1 hora y media de subida escarpada. Resultado: asistir al amanecer a casi 4000 metros de altitud. Una experiencia inolvidable, con una vista única para el volcán activo Fuego y un briol de 5 grados negativos. (Hizo zoom sólo una vez, mantuvieron los dos dedos en la pantalla cuánto tiempo, no necesitan responder) Haced cosas difíciles malta, moldea el carácter y se quedan con historias para contar. Esta es ya mía.

Uma publicação partilhada por Rui Unas (@o_unas) a

Desde 2005 que te conto, todos os dias, as histórias mais frescas sobre música, famosos e redes sociais... Podes ajudar a melhorar este artigo, enviando um email para analeao@hiper.fm

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING