Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Ruben Rua assume que sente muito preconceito: “Há muita gente que sabe e finge não saber…”

PUBLICIDADE

Ruben Rua falou sobre o preconceito que sempre sentiu no mundo da televisão…

Publicado

em

Por

Reproduções | Instagram

Maria Cerqueira Gomes convidou Ruben Rua para uma conversa no ‘Conta-me’ que foi para o ar neste sábado, dia 23 de outubro.

PUBLICIDADE

A grande dupla das tardes de sábado da TVI, esteve à conversa sobre alguns assuntos da vida pessoal e profissional do apresentador.

A entrevista começou no Colégio Luso Francês, colégio esse onde Ruben Rua estudou durante 5 anos. A apresentadora começou por oferecer a Ruben Rua uma bata semelhante à que ele usava e uma folha com as excelentes notas que teve na sua infância: “Muito bom aluno, só 4 e 5… o comportamento passou de ‘muito bom’ para ‘bom’ por causa das meninas”.

O preconceito em televisão

Maria Cerqueira Gomes falou sobre o curso que o colega tirou e perguntou: “Tu tens um curso. Mas eu acho que muita gente não sabe e que tem um certo preconceito porque acham que tu chegaste aqui e não tens formação. Sentiste, ao longo da tua vida, muito preconceito?”

Ruben Rua respondeu: “Muito e continuo a senti-lo. Há muita gente que sabe e finge não saber (…) Toda a minha vida habituei-me, desde muito cedo, a ter de demonstrar o meu valor mais que os outros”.

PUBLICIDADE

“De alguma forma as coisa chegavam mas chegavam muito tarde e sempre aprendi a ter de lutar por elas” – rematou.

Sobre a sua gaguez

Maria Cerqueira Gomes acabou por puxar o assunto da gaguez que nem todos os telespectadores conheciam: “Há muitas pessoas que nunca repararam. Eu sei quando é que tu controlas. Já percebo as tuas paragens e é engraçado que as outras pessoas não percebem”.

O apresentador elogiou a colega: “És uma mulher inteligente e uma colega fantástica” e Maria Cerqueira Gomes revelou: “Quando temos de ler alguma coisa, passas para mim”.

PUBLICIDADE

Ruben Rua assumiu que a sua mudança do colégio para a escola pública foi muito difícil: “Foi um adaptação muito difícil na nova escola publica, muitos já estavam juntos desde os 3 anos e repente, chega um elemento estranho, que era eu (…) Um processo de adaptação muito complicado ao ponto de chegar a casa e chorar e pedir aos meus pais para me tirarem da escola”.

“Associo o aparecimento da minha gaguez a esse momento, foi aí que começou. A gaguez é uma coisa que nunca tive, quando ela surge não era algo muito evidente. Mais uma vez trabalhas, focas-te” – explica.

 

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação partilhada por TVI (@tvioficial)

 

PUBLICIDADE

 

COMENTÁRIOS

TRENDING