Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Rita Pereira em polémica: Atriz é acusada de apropriação cultural

PUBLICIDADE

Rita Pereira foi acusada por vários internautas de se apropriar da cultura indiana. A atriz estará realmente a cometer apropriação cultural?

Publicado

em

Por

Rita Pereira/Instagram

Esta sexta-feira, 11 de Setembro, Rita Pereira vestiu-se a rigor para uma festa temática. Através do Instagram, a atriz partilhou várias fotografias com traje indiano.

PUBLICIDADE

“A sonhar com Bollywood. Amava fazer um daqueles filmes de 3 horas, com centenas de pessoas a dançar, com roupa cheias de côr, sorrisos rasgados, música alegre e ainda filmar na Índia. Que sonho! Pode ser que um dia precisem de uma portuguesa”, escreveu a atriz, mostrando fascínio pela cultura indiana.

Entre os elogios que atriz recebeu, estão também muitas criticas. Vários internautas mostram indignação na partilha de Rita Pereira e acusam-na de apropriação cultural.

“Pode ter sido sem essa intenção, porém… Um grave caso de apropriação cultural”, aponta um seguidor.

“Isto não é apropriação cultural?” ou “Apropriação cultural, já ouviste falar?”, questionam outros na caixa de comentários da publicação.

PUBLICIDADE

Este tema gerou controvérsia e se muitos internautas criticam e acusam a atriz, também existem muitos que a defendem. “Nestas fotos vejo apreciação cultural e não apropriação cultural. Existem diferenças entre apreciar e apropriar”, afirma outra.

 

PUBLICIDADE

Ora, estará Rita Pereira realmente a cometer apropriação da cultura indiana?

Eis o que significa realmente apropriação cultural: Segundo estudos do antropólogo Rodney William, “a apropriação cultural é um mecanismo de opressão por meio do qual um grupo dominante se apodera de uma cultura inferiorizada”. Esta problematização desenvolveu-se no contexto do capitalismo e no seu processo de expansão global, uma vez que a indústria cultural transforma cultura em mercadoria, despejando-a dos significados verdadeiros e originais para lhe conferir um significado comercial.

A Vogue Portugal tem publicado um artigo onde separa a linha ténue entre apropriação e apreciação cultural. A revista cita as palavras de Augusto Glüher, um designer brasileiro que focou a sua tese de mestrado na apropriação cultural:  “intenção, empatia e respeito são fundamentais neste caso. Este limiar é confuso (…) é necessário que este seja um olhar empático e reverencioso, de engajamento com as minorias e de intenções que vão além da exploração comercial. Aprender através dos ‘olhos de outro’ é envolver-se com as suas expressões culturais e artísticas, respeitando tudo aquilo que transcende o material e a Moda: a sua linguagem, identidade e história.”

A partir daqui as conclusões podem ser feitas e no caso de Rita Pereira, pode-se falar em apreciação da cultura indiana. A atriz mostra admiração, valorização e respeito por esta cultura.

PUBLICIDADE

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING