Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Rita Mendes vítima de violência doméstica: “Sei na pele, o que dói ser humilhada…”

PUBLICIDADE

A Dj recorreu à sua página de Instagram para fazer a revelação…

Publicado

em

Rita Mendes/Instagram

Esta segunda-feira, 01 de outubro, Rita Mendes recorreu às redes sociais para fazer uma revelação.

PUBLICIDADE

Na sua página de Instagram, a Dj afirmou ter sido vítima de violência doméstica, não revelando contudo a identidade do agressor:

“Hoje corre uma corrente que pede que as mulheres coloquem uma foto preta no seu perfil com o intuito de chamar a atenção para a violência doméstica, seja ela de que forma for. Física ou psicológica. Sei na pele, o que dói ser humilhada, minimizada, manipulada, insultada. Sei bem o que é quase perder as forças por “acreditar” merecer as ofensas, críticas e safanões emocionais. Sei bem o que é sofrer retaliações sociais e familiares e sentir me tão em baixo que acreditava “não valer nada”.Sei o quê é não ter com quem falar e sentir vergonha de mim mesma. Por isso, não apago nada. Por isso, dou a cara e olho nos olhos.”, começou por escrever.

No mesmo texto, Rita deixou uma mensagem de “força” a todas as mulheres que estejam a passar pela mesma situação, para que denunciem e acreditem que é possível ‘vencer’:

“Por isso, digo a quem passa pelo mesmo, ou por pior, que é possível ser feliz depois da libertação, pode demorar tempo demais, mas o medo nunca deve superar o nosso direito de nos amarmos a nós mesmas/os. Eu sou feliz e livre agora. Em tempos, não fui. E uma foto Cheia de altivez, de orgulho, confiança e amor próprio é, para mim, o ideal para marcar este momento ????❤️”.

PUBLICIDADE

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Hoje corre uma corrente que pede que as mulheres coloquem uma foto preta no seu perfil com o intuito de chamar a atenção para a violência doméstica, seja ela de que forma for. Física ou psicológica. Sei na pele, o que dói ser humilhada, minimizada, manipulada, insultada. Sei bem o que é quase perder as forças por “acreditar” merecer as ofensas, críticas e safanões emocionais. Sei bem o que é sofrer retaliações sociais e familiares e sentir me tão em baixo que acreditava “não valer nada”.Sei o quê é não ter com quem falar e sentir vergonha de mim mesma. Por isso, não apago nada. Por isso, dou a cara e olho nos olhos. Por isso, digo a quem passa pelo mesmo, ou por pior, que é possível ser feliz depois da libertação, pode demorar tempo demais, mas o medo nunca deve superar o nosso direito de nos amarmos a nós mesmas/os. Eu sou feliz e livre agora. Em tempos, não fui. E uma foto Cheia de altivez, de orgulho, confiança e amor próprio é, para mim, o ideal para marcar este momento ????❤️ #violenciadomestica #violenciapsicologica #movimentoapagao #apagaofeminino #serdiferente #coragem #daravolta #womanpower #empowerment #autoestima #amorproprio #desenvolvimentopessoal #coaching Make up: @elsart.hairstylist Outfit: @mariadominguezmadeit

Uma publicação partilhada por Rita Mendes (@ritamendesoficial) a

O que é certo é que o testemunho deixado pelo Dj “arrancou” muitos elogios por parte dos seguidores, que desconheciam a sua história.

Na caixa de comentários, foram deixados alguns exemplos como: “Rita fiz exactamente o mesmo. Temos de dar a cara e enfrentar quem quer que seja olhos nos olhos” ou “Tudo dito… é assim mesmo. Dar a cara e não esconder… Também concordo”.

PUBLICIDADE

Adoro rádio, televisão, música e sobretudo notícias... Todos os dias trago-te os destaques da vida dos famosos...

Clica para comentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

COMENTÁRIOS

TRENDING