Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Rita Marrafa de Carvalho indignada com reações à revelação de Sofia Arruda: “Cubram-se de vergonha…”

PUBLICIDADE

A jornalista mostrou-se incrédula com algumas reações à revelação de Sofia Arruda: “

Publicado

em

Por

Reproduções/Redes sociais

A revelação de Sofia Arruda, que foi vítima de assédio sexual quando estava nas gravações de uma novela, geraram uma verdadeira onda de reações e novas revelações de assédio.

PUBLICIDADE

A atriz revelou em conversa com Daniel Oliveira que ficou sem trabalho depois de ter recusado o assédio de um homem “com poder” em televisão: “Nunca falei disto, de todo. Foi uma aproximação menos profissional por uma pessoa com muito poder dentro de uma estação de televisão, de uma produtora, que queria realmente uma atenção que não era profissional da minha parte. Tentou que houvesse ali mais alguma coisa”, começou por revelar a atriz como pode recordar aqui.

A jornalista Rita Marrafa de Carvalho reagiu às revelações de Sofia Arruda, mostrando-se solidária com a atriz: “Nunca sofri de assédio profissional. Os palermas vão dizer que é por ser feia ou gorda. Mas desenganem-se: acontece a qualquer uma”, começa por escrever.

“Sempre senti imenso respeito por parte dos meus colegas do sexo masculino. Talvez tenha ajudado ser pouca feminina, dado que, interiormente, na verdura dos meus 20 anos, considerava que era o comportamento a assumir para me enquadrar numa profissão exigente como a de jornalista e que, durante anos, foi campo dominado por homens. “Se for uma durona, vão achar que sou “one of the guys”. “ Talvez por isso tenha passado pelos pingos da chuva ao longo dos anos.”, revela a jornalista que relata o seu caso pessoal, deixando ainda relato de casos que conhece.

“Mas o assédio vai além da imagem. É um gesto de imposição de poder, de masculinidade tóxica. Um crime. A minha experiência é de afortunada. Conheço casos terríveis de quem achou que devia ficar calada para continuar a pagar as contas. Para continuar a trabalhar. Evitando as aproximações e tendo de ouvir as ameaças anos a fio. Conheço casos de mulheres que sofreram em silêncio para não ouvir o “ignora”… ou “ele é assim mesmo”… ou, ainda, “evita algum tipo de roupa para ver se ele se esquece que existes”.”, escreve ainda a jornalista.

PUBLICIDADE

No final do texto, Rita Marrafa de Carvalho enaltece a coragem de Sofia Arruda, mostrando-se chocada com os comentários que encontrou na publicação de uma notícia sobre o caso: Sofia Arruda teve a rara coragem que permite que outras, como ela, exponham estes casos, de claro abuso de homens em posição de poder. A maioria tem receio do desemprego, do estigma social, dos juízosde valor, das mentiras que terá de enfrentar. E não é para menos. É passar pela caixa de comentários da notícia sobre a denúncia de Sofia para percebermos que estamos afundados numa sociedade machista, patriarcal e difusa que ainda culpa a vítima. Assim, não vamos lá. Cubram-se de vergonha”, desabafa a jornalista.

COMENTÁRIOS

TRENDING