Segue-nos
PUBLICIDADE

Famosos

Ricardo Araújo Pereira de regresso à TV: Humorista vai gravar em várias cidades

PUBLICIDADE

Ricardo Araújo Pereira estreia uma nova temporada de ‘Isto É A Gozar Com Quem Trabalha’ este fim de semana. Em entrevista no ‘Jornal da Noite’, na SIC, o humorista explica tudo e revela algumas novidades…

Publicado

em

Por

SIC

É já este domingo, dia 20 de Setembro, que estreia uma nova temporada de ‘Isto É A Gozar Com Quem Trabalha’, na SIC. Ricardo Araújo Pereira esteve à conversa com Clara de Sousa esta sexta-feira, dia 19, no ‘Jornal da Noite’, onde contou alguns pormenores sobre esta nova temporada.

PUBLICIDADE

O Teatro Villaret, em Lisboa, é o cenário do programa e volta a ter público que se inscreve para ir ver, com uma “lista de regras”. Contudo, nesta temporada há novidades: o humorista revelou que o programa irá, uma vez por mês, a uma cidade diferente do país “para Lisboa descansar um bocado”.

Na entrevista em direto, Ricardo Araújo Pereira destacou que “a presença do público é crucial”, pois “fazer o programa sem público é como fazer mímica às escuras”. Na plateia, as cadeiras estão distantes, a máscara é obrigatória e não falta desinfetante. “A minha posição é que as pessoas devem continuar a fazer a sua vida respeitando as novas regras”, afirmou.

No programa onde o humorista aborda temas da atualidade com o intuito de divertir os telespectadores mas, também de os fazer refletir sobre a sociedade atual, Ricardo Araújo Pereira recusa-se a ter o líder o Chega como convidado. Neste contexto, Clara de Sousa questionou ainda o humorista: “Uma das pessoas que não vais convidar é André Ventura, mesmo fazendo vários momentos de humor com ele no programa. Não é uma contradição?”

“Não. Porque é que não convido André Ventura? A resposta mais fácil é: porque não quero. Tenho esse direito. A liberdade é isso. Há pessoas que querem convidar André Ventura, convidam e eu não digo nada… Eu não quero”, salientou o humorista.

PUBLICIDADE

“Acho que não há ambiente para ele lá. Sempre que a gente se mete com ele, ele vai para o Twitter queixar-se. Mas queixar-se amargamente, uma choradeira. Sinto que é uma pessoa demasiado frágil, uma delicada flor que não aguentava o ambiente”, acrescentou.

Veja aqui a entrevista na integra.

Recomendamos

COMENTÁRIOS

TRENDING